"Future Nostalgia": Veja a nossa seleção com as melhores letras do novo álbum de Dua Lipa

O Vagalume separou os trechos mais expressivos de faixas do recém-lançado disco da cantora

Vagalume

Vagalume

Vagalume

Dua Lipa lançou seu novo álbum, "Future Nostalgia", na última sexta-feira (27), e o disco vem recebendo bastante elogios da crítica especializada e, especialmente, dos fãs.

Uma boa parte dessa recepção é, claro, está na vibe dançante de boa qualidade feita pela cantora, que trouxe o clima dos anos 80 de volta e buscou inspiração em artistas que marcaram época, como Moloko e a rainha do pop, Madonna. Além disso, Dua Lipa não deixou para trás o seu lado moderno, principalmente com relação às letras, que misturam festa oitentista à paixão e ao empoderamento.

O Vagalume procurou, então, analisar as novas músicas da cantora e criar um top 5 com as letras que consideramos mais poderosas do álbum. Confira:

1. "Future Nostalgia"

Começando com a faixa título do disco, Dua Lipa aproveita para ironizar a dominação de artistas masculinos na indústria musical, algo que já foi comentado por diversas cantoras em entrevistas, principalmente com relação às paradas de hits. Com "Future Nostalgia", a cantora afirma que pretende "virar o jogo", chegando com uma batida que irá contagiar todo mundo, algo que já fica claro bem no primeiro verso da faixa.

Além disso, a cantora também menciona o nome do arquiteto modernista John Lautner, conhecido por trabalhar a partir do conceito "menos é mais", talvez explicando parte da sua inspiração em buscar a nostalgia oitentista.

You want a timeless song
I wanna change the game
Like modern architecture
John Lautner coming your way
I know you like this beat
'Cause Jeff's been doin' the damn thing
You wanna turn it up loud
Future Nostalgia is the name

Você quer uma música atemporal
Eu quero mudar o jogo
Como arquitetura moderna
John Lautner chegando no seu caminho
Eu sei que você gosta dessa batida
Porque o Jeff está fazendo essa parada
Você quer aumentar isso
Nostalgia futura é o nome

No refrão, Dua volta a ressaltar o sexismo, principalmente quando fala sobre as pessoas não estarem acostumadas com uma mulher no comando. Em uma entrevista à GQ, ainda em 2018, a cantora destacou: "Para uma artista mulher, é preciso muito mais para ser levada a sério se você não está sentada em um piano ou com uma guitarra, sabe? Para um artista homem, as pessoas assumem instantaneamente que eles escrevem suas próprias músicas, mas acham que é tudo fabricado quando se trata de mulheres".

No matter what you do
I'm gonna get it without ya (Hey, hey)
I know you ain't used
To a female alpha (No way, no way)
No matter what you do
I'm gonna get it without ya (Hey, hey)
I know you ain't used
To a female alpha (No way, no way)

Não importa o que eu você faça
Eu vou conseguir sem você (Ei, ei)
Eu sei que você não está acostumado
Com uma fêmea alfa (Não mesmo, não mesmo)
Não importa o que você faça
Eu vou conseguir sem você (Ei, ei)
Eu sei que você não está acostumado
Com uma mulher alfa (Não mesmo, não mesmo)

Clique para ver no Vagalume

2. "Don't Start Now"

A dançante "Don't Start Now" traz um pouco de sua própria reflexão com relação às lições aprendidas com corações partidos e até com seu passado em geral, deixando claro que tudo serviu como experiência que a tornou mais forte.

Did a full 180, crazy
Thinking 'bout the way I was
Did the heartbreak change me? Maybe
But look at where I ended up
I'm all good already
So moved on, it's scary
I'm not where you left me at all, so

Dei meia volta, louca
Pensando no jeito que eu era
O coração partido me mudou? Talvez
Mas olha onde eu terminei
Já estou bem
Então segui em frente, é assustador
Eu não estou onde você me deixou

Na época do lançamento da faixa, que foi a primeira amostra do álbum, Dua Lipa divulgou um comunicado explicando o que ela significava para si mesma: "Eu escolhi lançar essa música primeiro para poder fechar um capítulo da minha vida e começar outro. Para uma nova era com um novo som! Trata-se de seguir em frente e não permitir que ninguém atrapalhe isso".

Há muita especulação de que a música seja sobre o ex-namorado da cantora, Paul Klein, da banda LANY. Os dois namoraram entre 2017 e 2018 e, logo após o rompimento, a banda de Klein lançou o álbum "Malibu Nights", no qual o grupo usa a palavra "goodbye" ("adeus") em muitas músicas para simbolizar o fim de um relacionamento nas letras.

Aren't you the guy who tried to
Hurt me with the word "goodbye"?
Though it took some time to survive you
I'm better on the other side
I'm all good already
So moved on, it's scary
I'm not where you left me at all, so

Você não é o cara que tentou
Me machucar com a palavra "adeus"?
Embora tenha levado algum tempo para sobreviver a você
Estou melhor do outro lado
Já estou bem
Então segui em frente, é assustador
Eu não estou onde você me deixou, então


Clique para ver no Vagalume

3. "Boys Will Be Boys"

Em "Boys Will Be Boys", Dua Lipa volta a criticar o sexismo, principalmente usando a expressão que dá título à música ("Garotos serão sempre garotos"), muitas vezes tachada como uma justificativa para atitudes machistas, inapropriadas e/ou infantis.

Ao mesmo tempo, a cantora destaca que mulheres, muitas vezes por conta dos padrões impostos pela sociedade, precisam amadurecer cedo demais.

"Boys will be, boys will be
Boys will be, boys will be boys
But girls will be women"

"Garotos serão, garotos serão
Garotos serão, garotos serão garotos
Mas garotas serão mulheres"

"If you're offended by this song
You're clearly doing something wrong
If you're offended by this song
Then you're probably saying
Boys will be, boys will be
Boys will be, boys will be boys
But girls will be women"

"Se você está ofendido por essa música
Você claramente está fazendo algo de errado
Se você está ofendido por essa música
Então provavelmente está dizendo
Garotos serão, garotos serão
Garotos serão, garotos serão garotos
Mas garotas serão mulheres"

Clique para ver no Vagalume

4. Physical

Em "Physical", Dua mantém a simplicidade, com o clima festeiro e dançante do álbum, mas leva o ouvinte a embarcar em uma nova paixão e em uma conexão especial com alguém, destacando a importância desse sentimento ser uma via de mão dupla, principalmente na frase: "Eu sei que você me apoia e você sabe que eu te apoio também".

"All night I'll riot with you
I know you got my back and you know I got you
So come on, come on, come on
Let's get physical
Lights out and follow the noise
Baby keep on dancing like you ain't got a choice
So come on, come on come on
Let's get physical"

"À noite inteira, irei causar com você
Eu sei que você me apoia e você sabe que eu te apoio
Então vamos, vamos, vamos
Vamos tornar isso físico
Luzes apagas e siga o barulho
Amor, continue dançando como se não tivesse escolha
Então vamos, vamos, vamos
Vamos tornar isso físico"

Sem esquecer da representatividade, a cantora apostou em diversas cores no clipe propositalmente para simbolizar a diversidade sexual, tema que encaixa bem com a frase dita no primeiro verso da faixa:

"Common love isn't for us
We created something phenomenal"

"Amor comum não é para nós
Nós criamos algo fenomenal"

Clique para ver no Vagalume

5. Love Again

"Love Again" é a exata música para quem quer volta a acreditar no amor. Nela, Dua Lipa abre o coração, fala sobre sua insegurança de se apaixonar novamente, mas admite que ao encontrar a pessoa certa, é algo inevitável. Em uma recente entrevista, a artista revelou que essa é uma de suas faixa preferida do álbum, justamente por mostrar seu lado sentimental e honesto.

"I used to think that I was made out of stone
I used to spend so many nights on my own
I never knew I had it in me to dance anymore

But God damn, you got me in love again
Show me, your heaven's right here baby
Touch me, so I know I'm not crazy
Never have I ever met somebody like you
Used to be afraid of love, what am I to do
But God damn, you got me in love again
You got me in love again
You got me in love again
You got me in love again, again"

"Eu pensava que era feita de pedra
Eu costumava passar tantas noites sozinha
Eu nunca soube que tinha mais em mim para dançar

Mas, caramba, você me deixou apaixonada novamente
Me mostre, seu paraíso está bem aqui, amor
Me toque, então saberei que não estou louca
Eu nunca conheci alguém como você
Costumava ter medo do amor, o que posso fazer
Mas, caramba, você me deixou apaixonada novamente
Você me deixou apaixonada novamente
Você me deixou apaixonada novamente
Você me deixou apaixonada novamente, novamente"

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume