Vagalume Há 35 anos o Brasil teve o seu "We Are The World". Relembre "Chega de Mágoa"

Há 35 anos o Brasil teve o seu "We Are The World". Relembre "Chega de Mágoa"

Compacto do SOS Nordeste juntou grande parte do primeiro escalão da música brasileira

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

Em fins de 1984 o compacto "Do They Know It's Christmas?" mostrou ao mundo uma nova modalidade de ação social: o single beneficente com a participação de dezenas de astros. Creditado ao Band Aid, o cpmpacto chegou no topo da parada britânica ao reunir Sting, Bono, George Michael, Boy George e outros grandes nomes da época cantando a música de Bob Geldof (o idealizador do projeto) e Midge Ure. Toda a renda obtida com as vendas foi revertida em prol das vítimas da fome em países do sudeste africano, mais notadamente a Etiópia.

Inspirados pelos ingleses, artistas de outros países se reuniram e também fizeram ações semelhantes. A mais bem sucedida delas, de longe, foi o USA for Africa com "We Are The World" . Foi do sucesso desses projetos que o festival beneficente Live Aid, foi organizado - os concertos aconteceram em julho de 1985 em Londres e na Filadélfia.

O que poucos devem se lembrar, é que o Brasil também se inspirou no conceito e nós também tivemos o nosso "We Are The World". "Chega de Mágoa", uma faixa pop com levada de reggae e MPB foi gravada em maio de 1985 e lançada em compacto, sob o nome SOS Nordeste pouco depois. A intenção foi a de arrecadar dinheiro para as pessoas que sofriam com a seca no sertão nordestino.

Vagalume

Vagalume

Vagalume

Apesar de primordialmente escrita por Gilberto Gil, a canção acabou creditada como uma criação coletiva de todos os participantes. E o time unido ali era de respeito: além de Gil, Tim Maia, Chico Buarque, Caetano Veloso Fagner, Roberto Carlos (e também Erasmo), Gal Costa, Rita Lee, Marina Lima, Moraes Moreira, Paulinho da Viola, Elizeth Cardozo (representando a velha guarda) e, defendendo o novo rock brasileiro, Paula Toller (Kid Abelha), Roger do Ultraje a Rigor e Kid Vinil.

O disco só podia ser obtido nas agências da Caixa Econômica Federal e teve uma tiragem de 500 mil cópias numeradas. Para "ganhá-lo" era preciso fazer um depósito de 10 mil cruzeiros (um valor próximo ao de 10 reais na moeda atual) em uma conta específica e a renda ajudou os moradores de municípios como Janduis (RN), Catende (PE) e Oeiras (PI).

A música tocou bastante nas rádios na época e seu clipe foi bastante exibido nas emissoras de televisão, ainda que, com o passar dos anos, esse momento, praticamente único na história da MPB, tenha sido um pouco esquecido.

Veja o clipe de "Chega de Mágoa"

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas