Vagalume Nelson Sargento, lenda do samba, morre aos 96 anos no Rio de Janeiro

Nelson Sargento, lenda do samba, morre aos 96 anos no Rio de Janeiro

Músico foi internado por Covid na última sexta-feira (21)

Vagalume
Vagalume

Vagalume

Vagalume

Um dos grandes nomes do samba e lenda da Mangueira, Nelson Sargento morreu, nesta quinta-feira (27), aos 96 anos, no Rio de Janeiro. O artista foi internado por Covid-19 na última sexta-feira (21).

Presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira, Sargento foi autor entre outros sambas, do clássico "Agoniza mas não morre". Neste ano, o sambista falou sobre o adiamento do carnaval, defendendo a vacinação da população: "Todos nós estamos um pouquinho tristes por não ter desfile, mas foi melhor assim. Temos que estar todos vacinados para fazermos um grande carnaval em 2022".

O cantor recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19. Porém, segundo explicam os profissionais de epidemiologia, nenhuma vacina é 100% eficaz, mas as chances de infecção são muito menores das de quem não foi imunizado.

A proteção máxima só é alcançada quando grande parte da população for vacinada e o vírus da Covid para de circular. Além da idade avançada, Nelson Sargento lutou contra um câncer de próstata anos atrás.

Devido a pandemia, a família do músico informou que não haverá velório e o corpo será cremado em cerimônia restrita.

Escute "Agoniza mas não morre":

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas