Suposta mulher que acusou Michael Clifford, do 5SOS, de assédio retira queixa e diz que errou

Guitarrista já havia alegado que as acusações eram falsas em suas redes sociais

Vagalume

Vagalume

Vagalume

Michael Clifford, do 5 Seconds of Summer, teve que enfrentar acusações bem sérias neste último fim de semana. Um perfil criado no Twitter, aparentemente por uma pessoa chamada Sophie (@sophiecth5), acusou o guitarrista de tê-la assediado quando ela ainda era menor de idade, em 2014, afirmando que o fato teria acontecido após a abertura da banda para os shows do One Direction.

O perfil inicial fo deletado, mas o assunto chegou aos principais tópicos do Twitter e foi completamente negado pelo músico, que precisou dar explicações aos fãs do grupo em suas redes sociais.

Agora, um novo perfil, supostamente criado pela mesma mulher, alega que houve um engano nas acusações e que o Clifford é inocente. Em uma nova leva de tuítes postado nesta segunda-feira (16), a conta identificada agora como @sophiectth5 diz que o guitarrista "nunca a tocou" e que descobriu que na verdade seu assediador, que era parecido com o músico, "já está morto".

"Por anos e anos, eu estava convencida de que essa pessoa era o Michael Clifford, do 5 Seconds of Summer. Eu não consegui nem escutar às músicas deles sem me sentir mal", escreveu ela em parte do texto.

"Hoje, algo absolutamente inesperado aconteceu. Algo que pareceu ridículo o início, mas o todo 'e se' fez com que eu e me minha família procurássemos por toda a verdade. Hoje, eu descobri que estive errada por quase 7 anos. Hoje, descobri que meu assediador está morto. Ele não é o Michael Clifford, que nunca me tocou, nunca disse aquelas coisas para mim. Ele [Michael Clifford] é inocente", continuou.

"Eu sei que não há literalmente nada que eu possa dizer para mudar o que eu disse ontem, e queria, com todo o meu coração que houvesse um jeito de apagar tudo. Tudo que posso fazer é dizer que estou completamente arrependida, surpresa e de coração partido. Eu preciso começar uma forma e de me curar do zero novamente. Mas isso não é o importante aqui: Tudo que quero dizer é que sinto muito, Michael. Sinto muito por ter errado sobre você e pelos danos que causei", acrescentou.

Clique para ver no Vagalume

Ainda ontem, o empresário da banda, Adam Wilkinson, também publicou um texto defendendo o músico, e afirmando que a situação descrita inicialmente pela mulher, de que o fato teria ocorrido no meio da plateia após o show do 5 Seconds of Summer, teria sido algo impossível de acontecer.

"Nas últimas 24 horas, circulam muitas histórias sobre os meninos do 5SOS de contas “anônimas” e “falsas” no Twitter. Todas as acusações desse tipo devem ser levadas a sério se as informações puderem ser checadas e comprovadas. Não é esse o caso aqui e posso confirmar que em todos os momentos em que eu estive com a banda, que eles foram escoltados até os bastidores o tempo todo, geralmente por vários guarda-costas e equipe. Simplesmente não há possibilidade de que essa acusação tenha ocorrido, já que a banda estava cercada por milhares de iPhones em uma arena, com milhares de olhos sobre eles e sendo monitorados de perto pela equipe, seguranças e empresário o tempo todo", postou Wilkinson.

Fonte: Vagalume