Hollywood celebra "Star Wars: Ascenção Skywalker" em pré-estreia mundial

Por Lisa Richwine

LOS ANGELES (Reuters) - Droides deslizavam por um tapete azul e stormtroopers mantinham a ordem na pré-estreia mundial de "Star Wars: Ascenção Skywalker", o nono e último filme da saga de ficção científica sobre um mestre jedi.

A Walt Disney fechou um quarteirão no centro de Hollywood para realizar a tão antecipada exibição, que estreia nos cinemas mundiais na quinta-feira.

Funcionários balançavam sabres de luz para guiar os convidados, que incluíam a realeza estelar Daisy Ridley e Mark Hamill, por um tapete azul sob uma grande tenda, organizados para se assemelhar a um hangar de nave espacial abaixo de um céu estrelado. Réplicas de três caças estelares pairavam no ar.

O ator Harrison Ford, cujo personagem Han Solo morreu na sequência de 2015 "O Despertar da Força", esteve presente no evento, assim como Adam Driver, que interpreta o descendente de Solo que se transformou em cavaleiro do Lado Negro, Kylo Ren.

Os diretores Steven Spielberg e Spike Lee e a atriz Frances McDormand também compareceram à exibição.

"Bom, isso é assustador", disse o diretor J.J. Abrams enquanto apresentava o filme no Dolby Theatre.

O "Ascenção Skywalker" encerra uma série de filmes de grande sucesso, classificada como a segunda franquia cinematográfica de maior bilheteria de todos os tempos: mais de 9,2 bilhões de dólares em vendas de ingressos.

O longa conclui uma história que começou há 42 anos, quando o produtor George Lucas apresentou um jovem herói chamado Luke Skywalker (Hamill) e encantou o público com uma galáxia de robôs metálicos conhecidos como droides, uma espécie de guerreiros altos e peludos chamados Wookiees e outros personagens diversos.

(Reportagem adicional de Rollo Ross)