Produtor brasileiro que trabalha em Hollywood fala sobre Oscar e importância dos festivais de cinema

Há 20 anos no mercado, Frederico Lapenda aposta suas fichas no musical La La Land 

Para Frederico Lapenda, La La Land vai ganhar várias estatuetas

Para Frederico Lapenda, La La Land vai ganhar várias estatuetas

Divulgação

A menos de um mês para o Oscar, Frederico Lapenda conversou com o R7 sobre as grandes apostas para a premiação. Após 15 anos, um musical é cotado como favorito — o último a levar o prêmio foi Chicago, em 2002.

Para o produtor, La La Land “deve levar todas as estatuetas possíveis”. Influente em Hollywood, Lapenda explica o motivo.

— Esse retorno de filmes românticos reflete na tentativa de mudar o paladar. Musicais são clássicos e divinos.

Os musicais, inclusive, possuem grande importância para ele. Segundo o produtor, o filme Grease — Nos Tempos da Brilhantina teve grande atuação em sua carreira. Com mais de 20 anos de experiência, Lapenda acredita que Emma Stone, de La La Land, pode levar o prêmio de Melhor Atriz.

A vitória de Isabelle Hupert, do longa-metragem Elle, no Globo de Ouro, foi outro ponto abordado. Ao ganhar o título de Melhor Atriz em Filme de Drama, ela surpreendeu, mas, para o produtor, a vitória foi “merecida”.

Apesar do Oscar ser o mais importante reconhecimento do cinema mundial, Frederico falou à reportagem sobre a importância dos festivais. 

— A primeira vantagem de um festival é o fato do filme ser exibido em uma tela de cinema, aumentando o impacto de quem assiste, e em alguns casos atraindo distribuição para a obra. Além disto, é uma excelente oportunidade para fazer network, atrair um empresário e criar novas alianças que resultam em novos projetos.

Os festivais, inclusive, tiveram grande importância em sua carreira. Em 2008, Lapenda ganhou o prêmio de Melhor Filme, no Beverly Hills Film Festival, com a obra Bad Guys, estrelado por Kate Del Cstillo, Danny Strong, e Art LaFleur. Após ser premiado, Frederico ganhou um agente, fechou parceria para outros projetos e teve seu trabalho exposto nos cinemas.

— A grande importância dos festivais é que eles são competições, e nesta hora, grandes coisas são criadas. Um rival exige o melhor do outro. Sempre falo que "as pessoas devem ser gratas a seus rivais, pois eles lhe incentivam a inovar, aumentam sua energia e lhe conduzem ao sucesso". 

Lapenda já está há mais de duas décadas no mercado de entretenimento e trabalhou com nomes de Hollywood como Nicolas Cage, Danny Glover e Pamela Anderson, além de ter concorrido a indicação ao Oscar por Sequestro, documentário de Jorge Atalla.

Leia mais:

Produtor brasileiro Frederico Lapenda lança segundo filme estrelado por Nicolas Cage; assista ao trailer!

Produtor brasileiro fecha parceria com Stan Lee, criador de heróis como Homem-Aranha e Hulk

Brasileiro que produziu novo filme de Nicolas Cage revela: "É vantagem quando falo que sou do Brasil"