Novo Coronavírus

Entretenimento Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, permanece internado

Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, permanece internado

Comunicado do Palácio de Buckingham informou que, por "precaução", ele ficará "alguns dias" em um hospital de Londres

Príncipe Philip tem 99 anos de idade e está hospitalizado por 'precaução'; ele não tem covid-19

Príncipe Philip tem 99 anos de idade e está hospitalizado por 'precaução'; ele não tem covid-19

Adrian Dennis/AFP - 22.07.2020

O príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth, passou a segunda noite em um hospital de Londres, na Inglaterra, onde ingressou na última terça-feira (17) por "precaução" depois de um mal-estar. Philip permanecerá em observação "alguns dias", anunciaram fontes do Palácio de Buckingham.

A imprensa britânica estava preocupada, nesta quinta-feira (18), com a saúde do Duque de Edimburgo. "Hope you Phil better" ("Esperamos que você se sinta melhor", em um trocadilho com o seu nome e a palavra sentir), foi a manchete do tablóide britânico The Sun hoje.

O Duque de Edimburgo, de 99 anos, "foi internado no Hospital Eduardo VII na noite de terça-feira. Sua hospitalização é uma medida de precaução, seguindo a orientação do médico de sua alteza real após sua indisposição", disse o palácio em um comunicado, acrescentando que o príncipe permanecerá hospitalizado.

"O duque deve ficar no hospital por alguns dias para observação e descanso", acrescentou.

Philip, conhecido por seu caráter impulsivo, está de bom-humor e não precisou de ambulância para ir ao hospital, disse uma fonte do palácio à AFP. Seus problemas de saúde não estão relacionados à covid-19.

No início de janeiro, a rainha britânica de 94 anos e seu marido receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus no Castelo de Windsor, a oeste de Londres, onde passam o confinamento em vigor no Reino Unido.

O primeiro-ministro Boris Johnson enviou "seus melhores votos ao Duque de Edimburgo", disse seu porta-voz.

A rainha exerceu suas atividades na quarta-feira no Castelo de Windsor, de onde falou por telefone com o chefe da Marinha Real (Marinha Inglesa) na qualidade de chefe das Forças Armadas.

O príncipe Charles, filho da rainha Elizabeth II e do príncipe Philip, por sua vez, visitou um hospital em Birgingham na companhia de sua mulher, Camilla.

O príncipe Philip aposentou-se do serviço público em agosto de 2017, tendo participado de mais de 22 mil compromissos oficiais desde que sua mulher subiu ao trono em 1952. Ele, às vezes, ainda acompanha a rainha em algumas aparições públicas.

Em junho de 2017, ele foi hospitalizado por duas noites para tratar "uma infecção relacionada a uma condição pré-existente". Ele então foi submetido a uma cirurgia de quadril em 2018.

Em janeiro de 2019, ele sofreu um acidente de carro espetacular quando seu Land Rover bateu em outro veículo ao sair de um beco na propriedade de Sandringham e capotou. Após essa ocasião, ele desistiu de dirigir.

No final de dezembro desse mesmo ano, ficou quatro noites internado no hospital Eduardo VII para ser "tratado sob observação devido a problemas de saúde pré-existentes", segundo o palácio.

Realeza britânica

A rainha, que é a decana dos monarcas do mundo, reduziu o número de aparições públicas, embora não tenha intenção de abdicar. Ele se envolveu pessoalmente durante a crise do coronavírus, que causou mais de 118 mil mortes no Reino Unido, o maior número de vítimas na Europa, e falou várias vezes na televisão na primavera para encorajar os britânicos.

Seu filho e herdeiro, o príncipe Charles, a representa cada vez mais em viagens ao exterior, assim como seu neto. A imprensa frequentemente a mostra cavalgando regularmente.

Em 2009, o príncipe Philip quebrou o recorde de longevidade para cônjuges de monarcas britânicos, antes ostentado por Carlota, esposa de George III.

O casal celebrou seu bodas de platina (70 anos de casamento) em novembro de 2017 no Castelo de Windsor, localizado a cerca de 30 km da capital britânica. Os sinos da Abadia de Westminster, onde se casaram em 20 de novembro de 1947, tocaram por mais de 3 horas.

Philip nasceu em Corfu em 10 de junho de 1921, com os títulos de Príncipe da Grécia e Dinamarca. Aos 18 meses, seu tio, rei da Grécia, foi forçado a abdicar, e seu pai exilado após a guerra grego-turca.

Ele, então, fugiu a bordo de um navio do exército britânico com seus pais e quatro irmãs. Finalmente, ele foi enviado para a Escócia para um internato austero.

A partir de 1939, ele ingressou na Escola Naval em Dartmouth (sul da Inglaterra), onde conheceu a princesa Elizabeth. A união foi celebrada em 20 de novembro de 1947. Tiveram quatro filhos (Charles, Ana, Andrés e Edward).

Conhecido por sua franqueza e impulsividade, ele construiu uma reputação de desajeitado e politicamente incorreto por meio de deslizes racistas e piadas de mau gosto.

Últimas