Domingueira Cantora é detida por perturbação, mas alega racismo

Cantora é detida por perturbação, mas alega racismo

Ari Lennox, cantora americana de R&B, foi detida no aeroporto de Amsterdam, na Holanda, por "perturbação da ordem pública". 

Foto do Instagram da cantora

Foto do Instagram da cantora

Instagram @arilennox

A cantora de R&B Ari Lennox foi detida nesta segunda-feira(29), no aeroporto Schiphol, em Amsterdam. Segundo a polícia holandesa, ela foi acusada de "perturbar a ordem pública", depois de acusar uma pessoa de uma companhia aérea de discriminação racial.

Na sua conta no Twitter, a cantora escreveu: "Eu estou sendo presa por reagir contra uma mulher que estava me perseguindo racialmente". Na sequência, em outro tuíte, ela acusou a segurança de Amsterdam de "odiar" pessoas negras.

A polícia militar holandesa, responsável pela segurança do aeroporto, informou que Ari Lennox(cujo nome real é Courtney Shanade Salter) foi detida por seu comportamento agressivo com funcionária de companhia aérea e por estar bêbada em público". Segundo a agência de notícias Reuters, não ficou claro por quanto tempo a cantora permaneceria detida.

Ari Lennox tem 30 anos e é de Nothern Virginia, nos Estados Unidos. Ela lançou seu primeiro álbum em 2019, "Shea Butter Baby", mesmo nome da música mais conhecida da cantora, que tem a participação de J Cole, rapper e produtor, que também é dono da gravadora pela qual o álbum foi lançado.

Recentemente, Lennox lançou um novo single, "Pressure"; e se apresentou na cerimônia de entrega de um dos mais importantes prêmios de música negra nos Estados Unidos, o "BET Soul Train Music Awards". No Spotify, a cantora tem mais de 4,4 milhões de ouvintes mensais.

Imagem da conta da cantora no Twitter

Imagem da conta da cantora no Twitter

Twitter @arilennox

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas