Após perder grandes eventos, o que será da Globo a partir de 2021?

Galvão Bueno, narrador titular do esporte da TV Globo

Galvão Bueno, narrador titular do esporte da TV Globo

Lance! Galerias

A Globo perdeu a “Liga dos Campeões”, rescindiu com a Conmebol, não vai fazer a Fórmula 1 no ano que vem e a Copa do Mundo ainda é um mistério.

E isso sem contar os contratos não renovados com vários artistas e outros profissionais nesses últimos tempos. 

Pergunta que não quer calar: o que existe por trás de tais decisões?

Ou o que será da Globo a partir de 2021. Qual o plano?

Importante lembrar que a TV aberta sempre foi o sustentáculo de tudo.

O seu enfraquecimento ou transferência de forças é um passo dos mais arriscados.

É preciso ficar atento a esses movimentos. A TV convencional ainda é a maior potência da mídia TV. Nada a supera.    

Também é verdade que muita coisa mudou e os valores vieram a ser outros na televisão desses últimos anos, ainda mais agora, com a pandemia.

Voos arriscados não são mais permitidos e passou a ser necessário trabalhar dentro dessa nova realidade. Pés muito no chão.

Mas achar que o streaming vai resolver tudo, como imaginam alguns, pode ser um tremendo tiro no pé.