Gravações de novelas redobram cuidados para proteger atores veteranos

Cristina Pereira, do elenco de "Salve-se Quem Puder"

Cristina Pereira, do elenco de "Salve-se Quem Puder"

Maurício Fidalgo

Nesta volta das novelas aos estúdios, os atores do chamado grupo de risco para a Covid-19 estão gravando em condições especiais, que incluem rodízio com artistas mais novos e um pouco de tecnologia.

Por exemplo: para que Cristina Pereira (70) não tenha que comparecer aos estúdios de “Salve-se Quem Puder” toda semana, várias situações de sua personagem serão divididas com uma sobrinha na trama.

Esta foi a principal razão da entrada de Gabriela Moreyra na história de Daniel Ortiz.

A medida de segurança também permitirá a participação de Cristina Pereira por vídeo, quando houver necessidade.

São os novos tempos.

Tal estratégia, nos mesmos moldes, se estenderá a Marilu Bueno (80), também do elenco de “Salve-se”.

Entrará em cena uma irmã gêmea de Verônica (Marianna Armellini), que será afilhada de Dulce (Marilu).

Ambos os reforços visam proteger e diminuir a carga de trabalho desse pessoal mais experiente, mas com importância na novela.