Flavio Ricco Record vai centralizar operação do jornalismo dos EUA em Miami

Record vai centralizar operação do jornalismo dos EUA em Miami

  • Flavio Ricco | Do R7

A correspondente Evelyn Bastos, que agora irá trabalhar em Miami

A correspondente Evelyn Bastos, que agora irá trabalhar em Miami

reprodução instagram

A Record vai centralizar toda a operação do seu departamento de jornalismo dos Estados Unidos em Miami.

E tudo porque lá já existe uma sede própria.

Ficou decido também que a correspondente Evelyn Bastos, que ainda está em Nova York, será transferida para Miami

No estado da Flórida, considerado o coração da comunidade brasileira, a Record faz uso de uma estrutura ampla, moderna e com tecnologia de última geração, sendo o maior investimento de uma emissora brasileira nos Estados Unidos.

A sede foi inaugurada no ano passado.

Na ocasião, Ana Hickmann foi a escolhida para apresentar a cerimônia, que reuniu dezenas de artistas e personalidades.

O espaço possui três estúdios que ocupam uma área de mais de 5.000 metros quadrados, projetados para receber o que há de mais moderno na indústria mundial de broadcast.

Nos Estados Unidos, a distribuição da programação é realizada por meio de operadoras como Xfinity Comcast, Sling TV, Optimum TV, RCN e Dish Network.

* Colaboração José Carlos Nery

Últimas