Keila Jimenez Globo promete guerra na Justiça pelos direitos do Brasileirão

Globo promete guerra na Justiça pelos direitos do Brasileirão

A emissora já teria enviado notificação para clubes, entre eles o Palmeiras, alegando que a nova MP assinada por Bolsonaro não pode alterar contratos antigos

  • Keila Jimenez | Do R7

Final do Carioca foi exibida pelo SBT

Final do Carioca foi exibida pelo SBT

Lance!

A Globo pretende ir à Justiça para manter os direitos de transmissão do Brasileirão, que começa em agosto.

A emissora notificou a Turner, os oito clubes da Série A do Campeonato Brasileiro 2020 que assinaram contrato com a programadora norte-americana e a CBF o seu entendimento de que a Medida Provisória 984/2020, que altera as regras sobre contratos de direitos esportivos, não pode alterar um contrato que foi celebrado antes de sua edição.

Com a MP, assinada pelo Presidente Jair Bolsonaro,  altera a antiga Lei Pelé. Por ela, o clube mandante, pode negociar individualmente seus jogos com qual emissora e veículo preferir. Isso acaba com a hegemonia da Globo no futebol brasileiro. A MP ainda depende de aprovação do Congresso Nacional. Mas tem eficácia imediata, com validade de 60 dias.

A emissora já travou uma disputa judicial com o Flamengo, pelo mesmo motivo, por conta dos direitos de transmissão do Campeonato Carioca. A final da disputa entre times do Rio acabou sendo exibida pelo SBT.

Humilhada pelo Flamengo, Globo desiste do Carioca

Na nova notificação, com relação ao Brasileirão, a Globo mover ação com relação a violação de contratos firmados com os clubes em relação ao Campeonato Brasileiro 2020.

A emissora avisar que está proibida a transmissão de qualquer jogo dos clubes cedentes, ainda que na condição de visitantes.

A Globo confirma que da mesma forma não poderá transmitir qualquer jogo de clubes com os quais não tenha contrato.

O 'aviso' da emissora foi enviado para clubes como Palmeiras,  Athletico Paranaense, Bahia, Ceará, Coritiba , Fortaleza Esporte Clube, Internacional, e Santos

Últimas