Quer um marido rico? Curso como o da nova condessa Scarpa te dá dicas!

Nova namorada do conde Chiquinho Scarpa, a advogada Fernanda Rizzi, foi aluna em 2019 de curso que ensinar mulheres a fisgarem milionários

Fernanda e Chiquinho Scarpa

Fernanda e Chiquinho Scarpa

Reprodução

O conde Chiquinho Scarpa, 68 anos, está bombando entre os assuntos mais comentados nas redes sociais após aparecer com uma nova namorada. Trata-se da advogada Fernanda Rizzi, 38, pelas redes sociais.

No entanto, o que vem chamando a atenção da mulherada é justamente uma das 'formações' da nova 'condessa'. Sim, ela já usa o título nas redes sociais.

Em 2019, Fernanda, 30 anos mais jovem que Scarpa, foi personagem de várias reportagens por ter sido aluna de um famoso curso com o objetivo de conquistar homens ricos. Isso mesmo.

Mas, afinal, o que ensinam nesses tais cursos para fisgar milionários?

A base não é explicitamente conseguir um marido rico, e sim 'se transformar na melhor versão de si mesma' e fisgar um companheiro endinheirado como consequência dessa 'melhora' pessoal.

Interessada?

O KTV foi atrás de algumas dicas básicas desses cursos:

Lição básica, para começar. A aluna deve pensar como pode alinhar a sua 'vibração' a de pessoas sofisticadas. Se ela pode mudar de casa, círculo social (academia, amigos, faculdade) ou de trabalho para ficar mais perto de pessoas com posses...

Não foque no mais rico. Prefira um 'médio/rico' com potencial, um 'rico pacote básico', do que um combo 'multimilionário plus diamond'. É mais fácil de alcançar. E lembre-se: "Mais vale um milionário mão-aberta do que um bilionário pão-duro."

Para manter o foco é legal montar na sua casa um mural com imagens de seu ideal de riqueza: pode ser as roupas caríssimas de uma celebridade, a mansão de seus sonhos, fotos do carrão importado, viagens paradisíacas... A... E olhe para esse mural todos os dias!

Outro mantra desse tipo de curso: 'Do que adianta lutar para as mulheres terem equiparação salarial com homens se o cara com quem você sai não tem dinheiro para te pagar um jantar decente?'. Não gaste energia com isso.

Lembre-se de que os ricos não gostam de ser alvo de 'golpe do baú', mas homens, em geral, adoram se sentir 'importantes', 'provedores'. Nas conversas, principalmente as em público, nunca tente parecer mais inteligente que ele, mesmo que você seja. Também não tente se mostrar mais 'forte', nem fisicamente, nem emocionalmente. Metaforicamente falando, milionários gostam de mulheres que pedem para abrir o vidro de palmito.

Quem disse que homem que paga tudo controla a mulher? O curso te ensina que homem que quer mandar, dominar, vai mandar e dominar de qualquer maneira. Isso não está ligado à conta bancária, mas à personalidade. Há homens pobres que gostam de mandar.

Não faça sexo no primeiro encontro. Conquistas difíceis (não digo 'impossíveis') despertam mais interesse.

Não fale demais sobre a sua carreira, nem dê muitas opiniões sobre assuntos polêmicos. Pergunte sempre o que ele acha,  demonstre muito interesse nas opiniões dele.

Aprenda as regras de etiqueta social (há vários livros indicados) e as siga rigorosamente na frente dele e dos amigos dele.

Pesquise sobre as casas noturnas, destinos de viagem, restaurantes e clubes e academias frequentados por homens com dinheiro e faça um esforço para ir a esses lugares com uma certa frequência.

Ria das piadas dele. Sempre.

Ser linda não é fundamental, mas estar arrumada sim. Unhas, cabelos e maquiagem em dia são demonstrações de interesse. Gente desarrumada não demonstra comprometimento.

Não dê ouvidos a julgamentos de amigos e familiares. Toda relação envolve algum tipo de interesse.

Beleza não é importante em um homem rico. Uma mulher pode ser muito feliz com um homem feio e cavalheiro, que dê jóias de presente, que ofereça suporte emocional e financeiro. Gatos sarados e pobres geralmente só te dão chifres.