'Rodrigo Hilbert' da Federal bomba após anunciar livro sobre Lula

Agente bonitão da PF bomba nas redes sociais após notícia de que pode transformar em livro os mais de 500 de convivência diária com Lula na prisão

Chastalo fazia a escolta de Lula em Curitiba

Chastalo fazia a escolta de Lula em Curitiba

Reprodução

Depois do 'Japonês' da Federal (Newton Ishii), agora a grande personalidade das redes sociais é o 'Rodrigo Hilbert' da Federal.

O título, conferido pelos internautas ao agente da PF Jorge Chastalo, de 46, já estava bombando nos trending toppics do Twitter nesta segunda-feira (18).

O motivo: o agente bonitão,  que é chefe da escolta dos presos da Lava-Jato de Curitiba, disse em entrevistas que pretende transformar em livro os mais de 500 de convivência diária com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. 

Chastalo era uma das poucas pessoas que tinha acesso direto e constante a Lula durante os 580 dias em que o ex-presidente  ficou preso em Curitiba.

O 'sósia' do marido de Fernanda Lima chamou a atenção do público logo em suas primeiras escoltas importantes da Lava-Jato, em 2017. Casado e pai de dois filhos, o agente sempre deixou claro que não queria ser famoso. No entanto, a fama veio, e aumentou após Lula deixar a prisão.

Chastalo controlava a entrada e saída de advogados, políticos e familiares, além de acompanhar Lula em audiências e entrevistas. A convivência diária teria se transformado em amizade e pode virar um livro de memórias.

Sósia de Rodrigo Hilbert virou 'celebridade' da PF

Sósia de Rodrigo Hilbert virou 'celebridade' da PF

Reprodução

Enquanto o 'livro' não sai, o 'Rodrigo Hilbert' da Federal ganha paginas de fãs nas redes sociais