Segredos, dinheiro e fracasso: o que o fim das Kardashians esconde?

O anúncio da última temporada do reality show da família mais poderosa e surtada do entretenimento esconde problemas reais 

Kardashians queriam mais dinheiro

Kardashians queriam mais dinheiro

Divulgação

O mundo dos reality shows foi surpreendido nesta semana pela notícias de que o reality das Kardashians vai acabar.

Mas os reais motivos do fim reality não foram revelados. Nessa terça-feira, 8, Kim Kardashian apenas disse que o "Keeping up With Kardashians" chega ao fim após a 20ª temporada, que vai ao ar em 2021. Mas ela mas não contou a verdade. O que realmente motivou a decisão de encerrar o programa?

Dinheiro, problemas mentais que deveriam ser escondidos e queda de audiência. Os surtos recentes de Kanye West, rapper marido de Kim, só apressaram o desfecho.

Sabendo dos problemas mentais do marido, Kim chegou a pedir aos produtores que deixassem Kanye fora do reality, mas não foi possível uma vez que os fãs não entenderiam o motivo dele não aparecer.

Rainhas da exposição, as Kardashians relutavam em expor os problemas de bipolaridade do cantor. Queriam esconder o 'segredo' de família.

Outro motivo para o fim do reality tem relação com dinheiro. 

A NBCUniversal controladora do canal E! (que exibe o programa) foi duramente atingida financeiramente pela COVID e não teria como pagar a quantia pedida pela família Kardashian para manter o show.

 Em 2017 a família renovou seu contrato com a E! até 2020 por US $ 100 milhões (R$ 530 milhões) e eles teriam pedido um valor ainda maior para uma outra renovação neste ano.

Ao mesmo tempo, programa vem despencando em audiência. Em 2010, a estreia da temporada obteve 5,8 milhões de espectadores nos EUA. Recentemente, a audiência não passa da casa dos 1,6 milhões de espectadores. E as poderosas irmãs temiam um fracasso ainda maior em novas temporadas.

Com audiência menor, a família Kardashian começou a perceber que as redes sociais rendiam muito mais para anunciar os seus produtos do que a televisão, pois atingiam um público maior.

O fim do "Keeping Up With Kardashians" não representa o afastamento total da família dos projetos televisivos. Programas solos e esporádicos, com cada um dos integrantes, estão sendo negociando paralelamente.