Jo Nesbo volta com excelente suspense policial

Protagonista é perseguido não só pelas forças da lei como também por criminosos poderosos

Obra de Jo Nesbo é tão empolgante quanto seus livros anteriores

Obra de Jo Nesbo é tão empolgante quanto seus livros anteriores

Divulgação

Criminosos. Corruptos. Assassinos. Sonny Lofthus não pretende deixar nenhum deles sair impune.

Desde que o pai foi encontrado morto com uma carta de suicídio na qual admitia ser um policial corrupto, Sonny prefere viver anestesiado pela droga. Por isso, aceitou cumprir pena por crimes que não cometeu — e, em troca, nunca lhe falta heroína. Ele se vê no centro de um esquema perigoso: agentes penitenciários, policiais, advogados e até um capelão desesperado — todos se empenham em mantê-lo drogado na prisão.

Quando descobre a chocante verdade por trás da morte do pai, no entanto, é como se a revolta de Sonny o despertasse para a vida. O garoto planeja uma engenhosa fuga da prisão — onde passou os últimos doze anos —, além de uma grande vingança. Agora Sonny é perseguido não só pelas forças da lei como também por criminosos poderosos. Mas ele não é apenas a presa desse núcleo de corrupção: é também o caçador. E ele é movido por um único objetivo: fazer justiça com as próprias mãos. Custe o que custar.

"O Filho", de Jo Nesbo
Tradução de Carlos Eduardo Castelo Branco
462 páginas
R$ 59,90
Grupo Editorial Record