Melhor Não Ler Atenção empreendedor: você pode ir para a cadeia hoje mesmo

Atenção empreendedor: você pode ir para a cadeia hoje mesmo

Ainda que seu negócio gere emprego e renda e suas atividades estejam de acordo com a lei, você pode ser preso a qualquer momento

Cuidado para não parar atrás das grades

Cuidado para não parar atrás das grades

Pixabay

Além de investir seu dinheiro, tempo, conhecimento e energias em um negócio próprio, sem nenhuma garantia de que vai dar certo, e tendo que pagar uma batelada de impostos, ainda que venha ter prejuízo, os empresários e empreendedores brasileiros têm de encarar mais um risco iminente: ir parar atrás das grades.

Não basta ter fiscais na sua porta exigindo “o leitinho das crianças”, ter de cumprir um calhamaço de leis sem pé nem cabeça e pagar um excelente contador que saiba como recolher todas as taxas, tributos, contribuições e impostos que aparecem por todos os lados. Saiba que não há nada tão ruim que não possa piorar.

Por isso, esteja pronto para passar uma temporada no xilindró, caso você comercialize seus produtos a preços superiores aos da concorrência. Nesse caso, você pode ser acusado de prática de preços abusivos.

E se você pensa que pode se safar cobrando abaixo da concorrência, enganou-se. Se fizer isso, a acusação será de prática desleal. Mas se vender o que quer que seja pelos mesmos preços praticados pela concorrência, a acusação será de prática de cartel.

Ser chamado de explorador das pessoas a quem remunera todos os meses e ter de ouvir que roubou algum coitado cada vez que trocar de carro ou comprar um apartamento é fichinha, caro amigo. O desafio agora é tentar não ver o sol nascer quadrado, ainda que você não tenha feito nada além de querer trabalhar por conta própria.

Esta crônica é a ficção mais real que você lerá hoje.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas