Melhor Não Ler Influenciadora confessa estar cansada de seus seguidores

Influenciadora confessa estar cansada de seus seguidores

Musa fitness se diz decepcionada com falta de criatividade nos comentários de seguidores e faz apelo: “há mais para elogiar!”

Musa fitness em ação

Musa fitness em ação

Li Sun/Pexels

Carolenny Carolaynne, conhecida como “mulher halteres”, está vivendo um dilema nada fácil de resolver. A musa fitness, que malha cinco horas por dia, chova ou faça sol, está cansada dos comentários de seus seguidores que só fazem referência a algumas partes de seu corpo. A influenciadora quer ser reconhecida por seu conteúdo e não apenas por seus músculos bem definidos.

“Só porque eu esgoto os stories do Instagram todos os dias exibindo cada exercício que faço não quer dizer que minha vida se resume a isso”, desabafa. Carolaynne afirma que tem muito mais a oferecer e declara que, de agora em diante, pretende fazer uma “limpeza” e só manter seguidores que compreendam seu novo momento. Ela também promete bloquear quem não tiver cabeça para sacar seus conteúdos mais profundos.

“Postei que consumo 15 ovos por dia e fui muito criticada por seguidores veganos. Gente, pelo amor... Eu também sou vegana, por isso só comi os ovos e não as galinhas! Ovos são uma espécie de aborto das galinhas, entenderam? Já que não tiveram a oportunidade de nascer eu dou vida a eles através do meu corpo escultural. Eu acho justo que tenham um destino digno de fazerem parte de mim. Será que é difícil entender isso?”, questionou em seu perfil com mais de 15 milhões de seguidores.

Carolaynne declarou que espera de seu público mais originalidade: “Chega disso de ‘eu quero essas pernas, eu quero esse abdômen, eu quero esse bumbum’. Entendam, ‘mores’: vocês não são o assunto! É duro trabalhar tanto e depois ter que ler esse tipo de comentário. Além do que, há mais para elogiar. Meu cirurgião plástico reclamou que só 50 mil pessoas falaram do meu preenchimento labial. Mais apoio para quem faz tudo por vocês, né ‘mores’?”

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Últimas