Odair Braz Jr Há 45 anos, Bruce Springsteen invadia a casa de Elvis Presley

Há 45 anos, Bruce Springsteen invadia a casa de Elvis Presley

O então jovem cantor americano queria conhecer seu ídolo, o Rei do Rock, e tomou uma atitude meio arriscada

  • Odair Braz Jr | Do R7

O jovem Bruce Springsteen com seu boton de Elvis Presley na jaqueta

O jovem Bruce Springsteen com seu boton de Elvis Presley na jaqueta

Divulgação

Tem muita história maluca no mundo do rock'n'roll e muitas delas envolvem Elvis Presley. Ele é o rei de causos bizarros e uma deles aconteceu neste dia 29 de abril de 1976, mas o protagonista foi outro ídolo do rock.

Bruce Springsteen, sim, o famoso roqueiro americano dono de hits como Born in the USA, Dancing in the Dark, The Rising, Born to Run etc etc etc. Bruce é um fã de Presley desde os sete anos de idade, quando viu o cantor se apresentar na TV no programa de Ed Sullivan Show, em 1956. Muito influenciado pelo Rei do Rock, Springsteen sempre teve vontade de conhecê-lo. E isso quase aconteceu na madrugada do dia 29 para 30 de abril, há 45 anos.

Bruce, então com 26 anos de idade, havia lançado seu terceiro disco, Born To Run, em agosto de 1975 e finalmente conseguiu fazer um grande sucesso em grande parte dos Estados Unidos, chamando a atenção da imprensa e das rádios. Em 76 ele estava em turnê e, naquele dia 29 de abril, passou pela cidade de Memphis, no estado do Tennessee, para mais uma apresentação que aconteceria Ellis Memorial Auditorium. Acontece que essa é a cidade onde Elvis vivia. Oras, se Bruce está na cidade de seu ídolo, não custaria nada tentar dar uma passadinha na casa dele para se apresentar e falar um "oi". Quem nunca, não é mesmo?

Depois do show, Springsteen e Steve Van Zandt, seu guitarrista, pegaram um táxi já na madrugada, para encontrar um local aberto para poderem jantar. O motorista disse que aquele caminho em que estavam daria para chegar à casa de Elvis. Bruce não teve dúvidas e pediu para o taxista tocar para lá.

Sessão de fotos em que Bruce mostra sua devoção a Elvis Presley

Sessão de fotos em que Bruce mostra sua devoção a Elvis Presley

Divulgação

Chegando a Graceland, nome da mansão de Presley, Bruce viu uma luz acesa numa janela do segundo andar e disse para Steven:

— Eu vou entrar.

Steven achou estranho e o taxista disse:

— Cara, não entra lá, não. Tem cachorros grandes.

Bruce não ligou muito, caminhou até a entrada e pulou o muro, que não é muito alto. O cantor conta, numa entrevista na TV americana de uns três anos atrás, que foi andando pelo jardim da casa até chegar à porta da frente.

— Quando e estava para bater na porta, surgiu um segurança de trás dos arbustos. Ele me pergutou: 'posso te ajudar?'. Eu disse 'sim'. E perguntei para ele se Elvis estava em casa.

O segurança disse para o jovem Bruce que Presley estava em Lake Tahoe e a informação era verdadeira. O cantor faria um show lá em 30 de abril daquele ano.

Um tanto quanto decepcionado, afinal havia chegado muito perto de conhecer seu ídolo, Bruce disse ao segurança:

— Ok! Você poderia dizer para ele que Bruce Springsteen esteve aqui? Ele pode não saber quem eu sou, mas eu apareci nas capas da Newsweek e Time. Você pode falar isso para ele? E o segurança disse 'tá, eu falo'.

E isso que Bruce disse era realmente verdade. Ele ainda não era um cantor megafamoso, mas estava começando a ficar. Tanto é que havia mesmo estampado as capas das duas principais revistas americanas na mesma semana, no final de outubro de 1975. Um feito.

Depois do diálogo, o segurança acompanhou Bruce até o portão e assim acabou a aventura. Elvis morreria em agosto de 1977 e Springsteen não teve a chance de se encontrar com seu ídolo. Mas ganhou uma boa história para contar.

Últimas