R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Receitas e Dietas/Notícias

Icone de Receitas e Dietas Receitas e Dietas

publicado em 05/06/2012 às 06h00:

Não “entende” de vinho? Acabe com
suas dúvidas em relação à bebida

Saiba desde como combinar vinho com refeições até onde estudar sobre o assunto

Caio Terreran, do R7


Publicidade
Veja, a seguir, algumas perguntas e respostas sobre o universo dos vinhos e também locais onde estudar a história e peculiaridades da bebida.
 
Vinho tinto fino é melhor do que o vinho tinto de mesa?
 
O termo vinho fino cabe à bebida feita apenas com uvas viníferas (próprias para a produção de vinho). Hoje em dia, porém, todo vinho vendido em supermercados e adegas é feito com uva vinífera. Logo, todo vinho à venda é fino. 

Já o vinho de mesa é aquele que acompanha uma refeição. Antes, o termo era aplicado à bebida que era feita sem uvas viníferas. Com a disseminação dessas frutas na fabricação do vinho e a industrialização do processo, a denominação vinho de mesa tornou-se inútil. 

O correto seria dizer que, hoje, todo vinho é fino de mesa. Afinal, eles acompanham refeições e são feitos com uvas próprias. Atualmente, os dois termos são pouco usados.
 
Enólogo e sommelier são a mesma coisa?
 
Não. O enólogo é o profissional responsável pela transformação da uva em vinho. É o alquimista, o responsável pela personalidade da bebida. Trabalha diretamente na vinícola, cuidando desde o plantio até a colheita da uva, em parceria com o agrônomo.

O sommelier é o responsável pela recomendação do vinho já envasado – seja para ser tomado ou harmonizado (apreciado na companhia de um prato). Trabalha geralmente em um estabelecimento que vende o produto, como uma adega ou um restaurante.

Quem apenas gosta de vinho, sem usar a paixão para fins profissionais, e que os coleciona, estuda e consome, é chamado de enófilo. 

Qual é o melhor vinho, considerando qualidade e preço?
 
Segundo o gerente da Casa Santa Luzia, em São Paulo, Marcelo Lopes Marcelino, as uvas que têm melhor custo-benefício são as cultivadas no Brasil, na Argentina e no Chile.
 
— Felizmente, o mercado de vinhos no Brasil cresceu. Por outro lado, infelizmente, o bolso do consumidor não aumentou na mesma intensidade. Com isso, uvas desses locais, por questão de proximidade e facilidades de importação, estão entre as mais vendidas. São elas a Cabernet Sauvignon, a Malbec, a Pinot Noir (as três, para tintos) e a Chardonnay e a Sauvignon Blanc (para brancos).
 
Como harmonizar a bebida com os alimentos

 



Qual a diferença entre champanhe, prosecco e cava?

Antes de mais nada, tenha em mente que todos são vinhos espumantes. O mais famoso deles, o champanhe, foi criado na região de mesmo nome, na França. É inclusive registrado como marca – o nome só pode usado pela bebida saída de vinícolas de lá. Foi criado por Don Pérignon, que hoje batiza uma marca refinada da bebida.

Já o prosecco, também um vinho espumante, é produzido na região do Vêneto, na Itália, com predominância em sua composição da uva prosecco. O país também produz outro tipo de espumante, feito com uva moscatel e chamado de asti. 

Espanha e Portugal também possuem seus espumantes característicos. A primeira fabrica a cava, enquanto o segundo faz o vinho espumante.

Onde estudar para entender mais?
 
Cursos de curta duração são uma boa escolha para quem quer entender mais sobre a bebida, suas origens, particularidades e polos produtores. São ministrados em associações e adegas espalhadas por todo o país. Abaixo, conheça três opções:
 
São Paulo - Associação Brasileira de Sommeliers - ABS
Curso: Temas Básicos
Para quem: Direcionado a quem quer saber mais sobre vinhos. Ensina a montar uma adega, harmonizar a bebida com refeições, técnicas de plantio e colheita de uvas e os benefícios à saúde. Os alunos degustam de três a cincos vinhos por aula.
Contatos: (11) 3814-7853 / (11) 3814-1269
 
São Paulo - Associação Brasileira de Sommeliers - ABS
Curso: Países, Uma Visão Abrangente
Para quem: Direcionado a quem quer entender e conhecer as características das várias regiões que produzem vinhos. Há degustação nas aulas, com três a cinco vinhos de países como Itália, Nova Zelândia, Portugal e Argentina.
Contatos: (11) 3814-7853 / (11) 3814-1269
 
São Paulo - Sociedade Brasileira dos Amigos do Vinho – Sbav
Curso: Básico de Vinhos
Para quem: Destinado a quem quer aprender a degustar a bebida, fazer boas compras e entender mais sobre técnicas para servir vinhos.
Contatos: (11) 3814-7905
 
Pelo Brasil - Importadora Expand
Curso: Wine Education Básico
Para quem: Destinado a qualquer pessoa que tenha vontade de conhecer vinhos, o processo de fabricação da bebida e de champanhe, plantio e colheita da uva. Inclui degustação de quatro vinhos por noite.

Contatos? (11) 3847-4747

Veja aqui as respostas corretas para este teste

 


 
Veja Relacionados:  vinhos,álcool,consumo,gastronomia,comida
vinhos  álcool  consumo  gastronomia  comida 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping