TV e Entretenimento Léo Lins tem show cancelado após piada com autoridades de Taubaté 

Léo Lins tem show cancelado após piada com autoridades de Taubaté 

Comediante se apresentaria no Teatro Metrópole, no sábado (24), mas peça foi suspensa pela Prefeitura após vídeo ser publicado na rede social do artista

Léo Lins tem show cancelado após piada com autoridades de Taubaté

Léo chamou de ‘censura’ o cancelamento do show

Léo chamou de ‘censura’ o cancelamento do show

Reprodução/Instagram

A Prefeitura de Taubaté, município localizado no Vale do Paraíba, em São Paulo, cancelou a apresentação que o comediante Léo Lins realizaria no Teatro Metrópole — espaço administrado pelo ente público —, no sábado (24).

De acordo com a notificação emitida pela Secretaria de Turismo e Cultura da cidade, na quinta-feira (22), a peça foi suspensa após a publicação de um vídeo de divulgação do artista nas redes sociais.

No documento, a administração afirma que o conteúdo das imagens “ofende e denigre a imagem e honra do Município de Taubaté, de algumas autoridades de nossa cidade e de nossa gente, numa afronta total aos mais básicos princípios de ética e respeito à pessoa humana, violando e infringindo as normas de uso do Teatro Metrópole”.

No vídeo citado pelo órgão, publicado pelo comediante na última terça-feira (20), no Instagram, Lins faz piada de episódios históricos e os relaciona com autoridades políticas de Taubaté.

Em um dos trechos, o artista relembra denúncia envolvendo o atual prefeito, José Bernardo Ortiz, do PSDB, em 2012, por suposta participação em esquema de fraude em licitações para a compra de mochilas escolares. À época, o político pediu o afastamento do cargo de presidente da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação).

Assista ao vídeo publicado na rede social

O comediante, por meio das redes sociais, criticou a decisão. No Instagram, Léo Lins chamou de ‘censura’ o cancelamento do show e rebateu a informação de que supostamente não poderia citar nomes de figuras públicas durante a apresentação. 

“Mais uma censura. O prefeito de Taubaté, Bernardo Ortiz, do PSDB, alegou que é de interesse do município que um show como o meu seja vetado. Ainda cita uma lei onde supostamente eu nem sequer posso falar dele. Prefeito, o senhor é uma figura pública e é um político. Não só posso, como devo falar de você. Só porque eu falei que você é fã de vôlei, deu um bloqueio no meu show”, escreveu Lins.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Taubaté informou que mantém o posicionamento do comunicado enviado ao artista (Veja a íntegra do documento na publicação abaixo). Lins, no entanto, afirmou que encontrará um novo local e que a apresentação no município será mantida. 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Camila Juliotti