Entretenimento Vice de Covas processa Felipe Neto e tem pedido negado

Vice de Covas processa Felipe Neto e tem pedido negado

Ricardo Nunes pediu a exclusão de um tweet do youtuber em que dizia que o vereador era acusado de violência doméstica

Felipe Neto e Ricardo Nunes se enfrentam judicialmente

Felipe Neto e Ricardo Nunes se enfrentam judicialmente

Reprodução/Instagram

Felipe Neto foi processado pelo candidato a vice-prefeito de São Paulo Ricardo Nunes (MDB), da chapa com Bruno Covas (PSDB). O pedido de liminar do vereador  foi negado pelo juiz eleitoral Guilherme Silva e Souza nesta segunda-feira (23).

A ação aconteceu em decorrência de uma publicação que ele fez no Twitter afirmando que Nunes é acusado de violência doméstica e possui uma "possível participação" na máfia das creches.

Os advogados do vereador disseram que a publicação seria uma "peça de propaganda eleitoral" em que o youtuber não mensura a possível "destruição de reputações que não respeita sequer a vida privada do candidato."

Eles disseram ainda que a afirmação seria "inverídica e não encontra respaldo em nenhuma notícia", por isso o vereador pediu a exclusão imediata do post e direito de resposta, mas o pedido foi negado pelo juiz eleitoral Guilherme Silva e Souza.

"A crítica política é amplamente admitida pela legislação eleitoral, extremamente relevante ao debate de ideias e escolha da melhor opção pelo eleitor no certame em curso, típico exercício da liberdade de expressão no âmbito específico eleitoral, extensiva ao cidadão comum na sua manifestação pessoal do pensamento", pontuou o magistrado.

"As notícias jornalísticas juntadas com a defesa dão conta de que as afirmações realizadas encontrariam substrato em notícias jornalísticas amplamente divulgadas em veículos de comunicação", completou a setença.

Procurada pelo R7, a assessoria de Felipe Neto disse que não vai se pronunciar oficialmente sobre o caso, mas o youtuber falou sobre o processo em seu Twitter.

Últimas