Famosos e TV Buddy Valastro passa por quarta cirurgia na mão após acidente

Buddy Valastro passa por quarta cirurgia na mão após acidente

Cake Boss, que se machucou gravemente enquanto jogava boliche com a família, já declarou que pode nunca mais voltar à confeitaria

  • Famosos e TV | Do R7

Buddy mostrou mão enfaixada após 4ª cirurgia

Buddy mostrou mão enfaixada após 4ª cirurgia

Reprodução/Instagram

Buddy Valastro passou por mais uma cirurgia na mão, nesta quarta-feira (17). O confeiteiro, também conhecido como Cake Boss, sofreu um acidente doméstico em setembro de 2020 e ainda se recupera. Esta já é a quarta operação realizada por Buddy.

"Eu fiz outra cirurgia na mão hoje... Obrigado à Dra. Michelle Carlson por cuidar tão bem de mim mais uma vez! Minha família está cuidando de mim. Obrigado por todas as suas orações, pensamentos positivos e votos de boa sorte!", postou o confeiteiro nas redes sociais.

Amigos, fãs e famosos aproveitaram a publicação para mandar mensagens desejando melhoras ao Cake Boss.

No fim do ano passado, Buddy deu detalhes da recuperação dele depois de se submeter a terceira cirurgia. Na ocasião, ele disse que o futuro como confeiteiro "poderia estar com os dias contados".

"Eu não sei o quanto vou ser capaz de voltar a fazer bolos. Mas posso garantir: se eu tiver de virar canhoto ou trabalhar em 30%, eu vou tentar fazer isso com todo o meu coração. Eu simplesmente não sei", declarou Buddy.

Segundo ele, a recuperação está sendo lenta e que mão dele ainda está sem grande parte da mobilidade que tinha: "Eu estou provavelmente em 10% a 15% da força que tinha. É uma questão de tempo para saber o que voltará".

Buddy foi internado no dia 20 de setembro após sofrer um acidente na pista de boliche de sua casa, devido à um defeito que havia com o armador de pinos de boliche. O Cake Boss contou que tentou soltar o pino de boliche do mecanismo da gaiola, mas sua mão direita ficou presa lá dentro. Ele  disse que não conseguiu tirar a mão a tempo da haste de metal do mecanismo espetar sua mão três vezes entre o dedo anelar e o médio.

Veja a publicação completa (com texto em inglês)

Últimas