Meghan tenta impedir tabloide de citar amigas em batalha legal

GENTE-MEGHAN-TABLOIDE-AMIGAS:Meghan tenta impedir tabloide de citar amigas em batalha legal

Por Michael Holden e Alistair Smout

LONDRES (Reuters) - Meghan, a duquesa britânica de Sussex, solicitou nesta quinta-feira uma ordem judicial para impedir que a editora do tabloide Mail on Sunday revele os nomes de cinco amigas que poderiam ser testemunhas em uma batalha legal em andamento, de acordo com os autos do processo.

Meghan, esposa do príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth, está processando a editora Associated Newspapers por causa de artigos do Mail on Sunday publicados no ano passado que incluíram partes de uma carta manuscrita que ela enviou ao pai, Thomas Markle, em agosto de 2018.

Markle e a filha não se falam desde que ele desistiu de comparecer ao casamento dela com Harry em maio de 2018.

O Mail justificou a publicação da carta dizendo que cinco amigas não identificadas de Meghan deram a versão dos acontecimentos da duquesa em entrevistas à revista norte-americana People.

A equipe legal de Meghan disse não ser verdade que ela autorizou ou encaminhou as amigas a falarem à People sobre a carta, e nesta quinta-feira disse que a Associated Newspapers está ameaçando publicar seus nomes.

"Estas cinco mulheres não estão sendo julgadas, e nem eu. A editora do Mail on Sunday é que está sendo julgada", disse Meghan em depoimento à Alta Corte de Londres visto pela Reuters.

"Cada uma destas mulheres é uma cidadã... e cada uma tem um direito básico à privacidade", acrescentou, dizendo que seus nomes apareceram em uma seção confidencial de seus documentos legais.

O porta-voz do Mail on Sunday disse que o jornal não tem "nenhuma intenção" de publicar os nomes das amigas neste final de semana, mas que informou os advogados de Meghan que a questão de sua confidencialidade deveria ser analisada pelo tribunal.