Pop Palco sobre as águas marca volta do Festival de Jazz de Montreux

Palco sobre as águas marca volta do Festival de Jazz de Montreux

MUSICA-JAZZ-MONTREUX:Palco sobre as águas marca volta do Festival de Jazz de Montreux

Reuters - Entretenimento

Por Stephanie Nebehay

GENEBRA (Reuters) - O Festival de Jazz de Montreux, que foi cancelado no ano passado devido à Covid-19, planeja voltar em julho, disseram os organizadores nesta quarta-feira, e contará com uma nova atração: um palco construído sobre palafitas cercado pelas águas do Lago de Genebra.

Embora a Covid-19 esteja inviabilizando grandes festivais, inclusive o britânico Glastonbury, pelo segundo ano consecutivo, o diretor do Festival de Montreux, Mathieu Jaton, está determinado a dar um espetáculo e preparando os locais de apresentação de acordo.

"Nosso objetivo principal é, depois de uns 18 meses sem música, simplesmente dar às pessoas e aos artistas a esperança de que podíamos fazer algo", disse ele à Reuters.

"Se houve a menor janela para fazer isso acontecer, faremos com que aconteça... não fizemos algo fora da realidade".

Um dos eventos musicais mais prestigiosos do verão europeu, o Festival de Montreux foi imortalizado em "Smoke on the Water", sucesso do Deep Purple que foi composto depois que a banda testemunhou um incêndio que consumiu o cassino da cidade durante um show em 1971.

O cantor e compositor britânico Elton John se apresentou na edição mais recente, de junho de 2019, parte de sua turnê de despedida, e o festival já teve apresentações de nomes como Miles Davis, Nina Simone e Prince.

Jaton disse estar "bastante confiante" de que o progresso dos programas de vacinação permitirá que alguns artistas norte-americanos e europeus compareçam à 55ª edição deste ano, embora restrições relacionadas à pandemia condicionem um formato menor do que em anos anteriores.

Últimas