Flavio Ricco Gênesis já alcançou mais de 133 milhões de telespectadores

Gênesis já alcançou mais de 133 milhões de telespectadores

  • Flavio Ricco | Do R7

Fernando Pavão, o faraó de Gênesis

Fernando Pavão, o faraó de Gênesis

Blad Meneghel/ Record TV

A novela Gênesis, exibida pela Record desde o dia 19 de janeiro, assegurou a vice-liderança absoluta no mercado nacional até o dia 14 de outubro e contabilizou, na Grande São Paulo, um grande número de telespectadores. Os dados são do Kantar Ibope Media e em projeção de índices no universo do Atlas de Cobertura da Record.

A história, escrita por Camilo Pellegrini, Raphaella Castro e Stephanie Ribeiro e com direção-geral de Edgard Miranda, já foi vista, ao menos durante um minuto, por 133 milhões e 843 mil telespectadores no mercado nacional, o que é equivalente a 56 milhões e 968 mil lares espalhados pelo território nacional, de acordo com dados projetados no Atlas de Cobertura da Record.

A projeção contempla as exibições inéditas de segunda a sexta-feira desde a estreia, em 19 de janeiro, até o 193º capítulo — no ar no dia 14 de outubro.

Na média do período de 19 de janeiro a 14 de outubro — no qual a novela se manteve invicta na segunda posição isolada —, a audiência nacional fechou em 11,9 pontos. Mais que o dobro da audiência da concorrente em terceiro lugar, que fechou o período com média de 5,8 pontos.
Em São Paulo, da estreia, em 19 de janeiro, até o 194º capítulo, veiculado em 15 de outubro, as exibições inéditas (segunda a sexta) foram vistas, ao menos durante um minuto, por 13 milhões e 801 mil telespectadores na Grande São Paulo, o que equivale a 6 milhões e 314 mil lares nessa região metropolitana.

A média geral da novela nesse período de exibição, invicta na vice-liderança isolada, ficou em 12,3 pontos. A terceira colocada marcou média de 6,5 pontos.

Nesta segunda-feira, dia 18, a Record exibe um capítulo especial de Gênesis.
Trata-se do momento em que José (Juliano Laham) interpreta o sonho do faraó Shesi, vivido por Fernando Pavão.

Começa então a ascensão do filho de Israel (Petrônio Gontijo) na trama.

Últimas