Melhor Não Ler Cronograma 2022 para discussões nas redes sociais

Cronograma 2022 para discussões nas redes sociais

Foi divulgado o cronograma oficial de 'tretas' na internet para este ano com dicas de temas para que todos briguem à vontade

Calendário de tretas nas redes sociais está lançado

Calendário de tretas nas redes sociais está lançado

Pixabay

De janeiro a dezembro, o que o brasileiro quer é fazer altas ofensas rolarem soltas internet afora. Mas até mesmo para insultar pessoas desconhecidas é preciso algum critério. Para isso, temos o COADO: Cronograma Oficial de Assuntos para Desocupados se Ocuparem, versão 2022. Anote aí!

• Janeiro: Calor — Quem ama X quem odeia. Deseje todo mal a quem pensa o contrário de você, por exemplo, que o ventilador queime ou que vá para uma prisão na Rússia.

• Fevereiro: Carnaval — Excepcionalmente o assunto será a nova variante. Xingue sem dó quem disser que a Ômicron se propaga nas aglomerações da folia. Ela só atua nos ônibus.

• Março: Dia Internacional da Mulher — Mantenha a briga de sempre: insulte qualquer homem que der parabéns, flores ou o que seja e faça o mesmo com os que não derem nada.

• Abril: Páscoa — Ovo contra chocolate em barra. Critique quem gastar o que não pode para se aparecer para os outros e chame de mão de vaca quem não fizer isso.

• Maio: Dia das Mães — Diversidade. Chame de homofóbico aquele que fizer qualquer referência feminina às mães. Homens também podem dar à luz hoje em dia.

• Junho: Festa Junina — Apenas ofenda: deseje queimaduras de terceiro grau a quem pular fogueira e diga que quem chama munguzá de canjica só pode ser retardado (e vice-versa).

• Julho: Frio — Mesmo objetivo de janeiro. Deseje que o chuveiro queime. Diga também que quem distribui agasalho faz para aparecer e quem não distribui tem que perder tudo na vida.

• Agosto: Dia dos Pais — Diversidade novamente. Referências masculinas aos pais devem ser rebatidas com veemência. Qualquer um pode se sentir pai, mesmo quem nunca tenha sido.

• Setembro: Patriotismo — Cancele quem postar foto com as cores verde e amarelo. A bandeira que pagaram caro para hastear por aqui é da cor vermelho-sangue.

• Outubro: Eleições — Nós nos resguardamos de dar dicas porque este texto seria impublicável.

• Novembro: Consciência Negra — “Zumbi é herói porque oprimia os negros” X “Zumbi é herói, só não sei o porquê” X “quem é Zumbi?” Sendo feriado, eu quero é mais!

• Dezembro: Copa do Mundo — Fique em casa para ver os jogos X Ninguém paga as minhas contas se eu perder o emprego.

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas