Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Péricles comemora inclusão de samba e pagode em festivais: 'Realidade que vem mudando'

O cantor adianta quais são os planos para o show que realiza em São Paulo nesta sexta-feira (15)

Música|Pedro Garcia, do R7

Péricles se apresenta no Coala Festival, em São Paulo, nesta sexta-feira (14)
Péricles se apresenta no Coala Festival, em São Paulo, nesta sexta-feira (14) Péricles se apresenta no Coala Festival, em São Paulo, nesta sexta-feira (14)

Nos últimos anos, cresceu o número de festivais de música no Brasil. Com isso, também aumentou a diversidade nesse tipo de evento. Se no passado eles eram majoritariamente focados em um público alternativo ou em trazer grandes artistas internacionais ao Brasil, hoje já há festivais focados nos mais diferentes estilos e os grandes eventos começaram a abranger gêneros musicais que costumam ficar de fora no line-up, como o samba e o pagode. Em entrevista ao R7, Péricles comemora essa mudança.

"Essa é uma realidade que já vem mudando há algum tempo. Temos diversos nomes do samba e do pagode participando de diferentes festivais, como Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, Thiaguinho, Ferrugem, a própria Ludmilla, dentre tantos outros artistas do segmento. Além disso, tradicionalmente, existem grandes festivais, por todo o Brasil, dedicados somente ao ritmo", diz o cantor.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Péricles também comenta a importância da música brasileira estar presente nos grandes eventos e na criação de festivais pensados especialmente para valorizar a cultura nacional. "A música brasileira é muita rica, tem diversas nuances e ritmos, dependendo da região do Brasil. Então, um evento que consegue transformar essa nossa miscigenação em festival, é muito importante para a nossa identidade e nossa arte".

Ao longo deste ano, o artista já participou de alguns festivais pelo Brasil e, nesta sexta-feira (14), é uma das atrações do Coala Festival, que acontece na zona oeste de São Paulo. "Será um show especial, com um repertório escolhido a dedo, onde vou mostrar um pouco dessa minha trajetória no samba e no pagode. Amo experimentar, sair da zona de conforto, testar novas canções, arranjos. Claro, sem nunca abandonar o meu coração e toda a minha carreira que sempre foi pautada pelo samba e pagode. Será um show fluído, que mescla sofrência, declarações de amor, alegria e festa em uma única apresentação", entrega.

Publicidade

Para o cantor, estar presente nesse tipo de evento é uma oportunidade para alcançar um novo público. "Os festivais são eventos que concentram muitas pessoas, um público diverso, com diferentes perfis e estar nesses line-ups faz com que nossa música chegue mais longe", conclui.

Saiba como Péricles perdeu 40 kg sem cirurgia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.