Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Kanye West se junta a Travis Scott em show e faz primeira performance após fala antissemita

Rapper se envolveu em diversas polêmicas no ano passado, perdendo também grandes parcerias com marcas

Vagalume|

Vagalume
Vagalume Vagalume

Crédito foto: Reprodução YouTube

Kanye West fez sua primeira performance após a polêmica envolvendo falas antissemitas em outubro de 2022. O rapper fez uma participação no show de Travis Scott no Circus Maximus, em Roma, na Itália, nesta segunda-feira (7).

Ao convidar o amigo ao palco, Scott rasgou elogios. "Apenas um ser humano neste maldito planeta que sempre caminhou lado a lado comigo enfrentando tudo e qualquer p#rra de coisa", disse ele, antes de West subir ao palco [via TMZ].

Scott, que atualmente divulga seu álbum "Utopia", dividiu o microfone em duas músicas com Kanye West: "Praise God", parceria lançada por West no álbum "Donda", de 2021, e "Can't Tell Me Nothing", lançada também pelo rapper no álbum "Graduation", de 2007.

Publicidade

"Não há 'Utopia' sem Kanye West. Não há Travis Scott sem Kanye West. Não há Roma sem Kanye West. Façam barulho para o Ye", disse Scott à audiência, antes de iniciar a segunda canção.

Veja as vídeos abaixo:

Publicidade

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Publicidade

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Publicidade

As falas antissemitas de Kanye West fizeram com que ele perdesse contato no meio musical, parcerias e também fosse retirado de line-up de festivais. Na ocasião, o músico chegou a ser "escoltado" para fora da sede da Skechers e a Adidas anunciou o fim de seu contrato com ele, assim como a Foot Locker e a GAP. O Museu Madame Tussauds em Londres também removeu a estátua de cera que tinha de West entre suas atrações.

O rapper também foi banido do Twitter (hoje "X"), já sob responsabilidade de Elon Musk, após postar uma imagem da suástica entrelaçada à estrela de Davi e elogiar Adolf Hitler. Na época, Musk afirmou que West havia "incitado a violência e violado as regras da plataforma".

Travis Scott, por sua vez, também enfrentou uma batalha pública após a tragédia no seu festival Astroworld, onde 10 pessoas perderam a vida e mais de 300 ficaram feridas. Na época, Travis foi retirado do line-up do festival Coachella e, atualmente, segue enfrentando processos devido ao acontecido.

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.