Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Lady Gaga reage a ataques transfóbicos após homenagem no Dia Internacional da Mulher

Cantora fez um texto nas redes sociais falando sobre os comentários na foto com a atriz trans Dylan Mulvaney

Vagalume|

Vagalume
Vagalume Vagalume (Vagalume)

Crédito foto: Lady Gaga Instagram

Lady Gaga usou suas redes sociais, nesta segunda-feira (11), para rebater os ataques transfóbicos que recebeu após um post feito pela atriz trans, Dylan Mulvaney, em sua própria rede social, no Dia Internacional da Mulher.

Dylan postou uma foto com a cantora em homenagem à data, recebendo muitos comentários com insultos e críticas para as duas.

Revoltada com a situação, a mother monster não se calou e falou sobre os ataques, definindo a situação como ódio e pedindo respeito à comunidade. Leia o texto traduzido abaixo:

"É assustador pra mim que uma postagem sobre o Dia Internacional da Mulher, feito por Dylan Mulvaney e por mim, seja recebida com tanta raiva e ódio. Quando vejo um jornal noticiando o ódio, mas chamando isso de ‘reação', sinto que é importante deixar claro que ódio é ódio, e esse tipo de ódio é violência. ‘Reação' faria parecer que pessoas que amam ou respeitam Dylan e eu não gostaram do que fizemos. Isso não é uma reação. Isso é ódio.

Mas não é surpreendente, dado o imenso trabalho que ainda temos que fazer como sociedade para dar espaço para que vidas trans sejam valorizadas e respeitadas por todos nós. Me sinto muito protetora neste momento, não só de Dylan, mas da comunidade trans, que continua a liderar o caminho com sua graça e inspiração diante da constante degradação, intolerância, violência física, verbal e mental. Certamente não falo por essa comunidade, mas tenho algo a dizer.

Espero que todas as mulheres se unam para homenagear a TODAS no Dia Internacional da Mulher, e que continuemos fazendo isso sempre até O DIA em que todas as mulheres sejam celebradas igualmente. Até que todas as pessoas sejam celebradas igualmente. Um dia em que pessoas de todas as identidades de gênero sejam celebradas no feriado que quiserem. Porque pessoas de todas as identidades de gênero e raça merecem paz e dignidade.

Que todos possamos nos unir e sermos amorosos, receptivos, calorosos e acolhedores. Que todos possamos defender e honrar a complexidade e o desafio da vida trans – que não sabemos, mas podemos procurar compreender e ter compaixão. Amo demais as pessoas para permitir que o ódio seja chamado de 'reação'. As pessoas merecem mais que isso".

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.