Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

"Me tornei uma criança robotizada", diz Britney Spears sobre os anos vivendo sob a tutela de seu pai

Revista People teve acesso a trechos da autobiografia da Princesa do Pop, "The Woman in Me", que chega às livrarias no dia 24 de outubro...

Vagalume|

Vagalume
Vagalume Vagalume

Crédito foto: Britney Spears Instagram

Britney Spears está prestes a lançar seu livro de memórias, "The Woman in Me", que chegará às lojas e livrarias dos EUA no dia 24 de outubro. A autobiografia é uma das mais aguardadas atualmente do mundo pop, pois trará a polêmica história da vida de Britney, tantas vezes retratadas em documentários, só que desta vez, contada por ela mesma.

A revista People teve acesso a trechos da autobiografia da Princesa do Pop, no qual ela desabafa sobre o tempo em que viveu sob a tutela de seu pai, Jamie Spears, de 2008 a 2021, no qual a justiça havia determinado que ele e um advogado tivessem controle total sobre assuntos financeiros e pessoais da cantora.

"Eu me tornei um robô. Mas não só um robô, meio que uma criança robotizada. Eu fui tão infantilizada que estava perdendo pedaços do que me fazia sentir eu mesma", relata Britney, no livro. "A tutela me despojou da feminilidade, me transformou em uma criança. Me tornei mais uma entidade do que uma pessoa no palco. Sempre senti a música nos meus ossos e no meu sangue; eles roubaram isso de mim".

Publicidade
Vagalume
Vagalume Vagalume

[Crédito foto: Divulgação]

A Princesa do Pop também contou que se sentia como uma sombra de si mesma. "Isso é o que é difícil de explicar, a rapidez com que pude oscilar entre ser uma menina, ser uma adolescente e ser uma mulher, pela forma como me roubaram a liberdade. Não tinha como me comportar como uma adulta, pois não me tratavam como adulta, então eu regredia e agia como uma garotinha; mas então meu eu adulto voltaria – só que meu mundo não me permitia ser uma adulta”, continua ela, no livro.

Publicidade

“A mulher em mim foi enfraquecida por muito tempo. Eles queriam que eu fosse selvagem no palco, do jeito que me disseram para ser, e que fosse um robô durante o resto do tempo. Eu senti como se estivesse sendo privada daqueles bons segredos da vida - aqueles supostos pecados fundamentais de indulgência e aventura que nos tornam humanos. Eles queriam tirar essa especialidade e manter tudo o mais mecânico possível. Foi a morte da minha criatividade como artista", acrescenta Britney.

Capa da nova edição da People

Publicidade

Britney Spears também estampou a nova edição da revista e concedeu uma entrevista, via e-mail, na qual falou sobre sua decisão de contar sua verdade e sobre esta atual fase de sua vida, livre

"Aprender sobre esta nova liberdade, eu admito, é um desafio às vezes", disse a artista.

Vagalume
Vagalume Vagalume

“Nos últimos 15 anos ou mesmo no início da minha carreira, eu ficava sentada enquanto as pessoas falavam de mim e contavam a minha história. Depois de sair da minha tutela, finalmente fiquei livre para contar minha história sem consequências por parte das pessoas responsáveis ​​pela minha vida”, explicou. “Finalmente chegou a hora de levantar minha voz e falar abertamente. E meus fãs merecem ouvir isso diretamente de mim. Chega de conspiração, chega de mentiras – apenas eu sou dona do meu passado, presente e futuro.”

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.