Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Música
Publicidade

Novos Baianos lamentam a morte de Galvão, letrista e membro-fundador da banda

Baby do Brasil, Pepeu Gomes e Paulinho Boca de Cantor celebraram o autor dos versos de "Preta Pretinha"

Vagalume

Vagalume|Do R7

Vagalume
Vagalume Vagalume

Luiz Galvão, poeta, letrista e membro-fundador dos Novos Baianos, morreu na noite deste sábado (21) aos 87 anos após passar mais de um mês internado no InCor, São Paulo, para tratamento de uma infecção pulmonar.

Mesmo sem cantar, ou tocar um instrumento, Galvão foi parte fundamental da banda que revolucionou a música brasileira, aparecendo nas capas dos discos e subindo ao palco com o grupo. Os Novos Baianos lançaram oito discos entre 1969 e 1978, ano de sua dissolução. Eles se reuniram em 1997 e também na década passada. Os reencontros geraram dois álbuns ao vivo, com algumas canções inéditas, mas um disco de estúdio nunca foi feito.

Foi Galvão quem escreveu as letras de clássicos como "Dê Um Rolê", "Acabou Chorare", "Mistério do Planeta" e, claro, "Preta Pretinha", hit maior do grupo que viveu em comunidade durante boa parte da década de 70 e que sofre sua segunda grande baixa em pouco tempo - Moraes Moreira, autor de grande parte do repertório dos quatro primeiros LPs da banda ao lado de Galvão, morreu em 2020.

Vagalume
Vagalume Vagalume

Pepeu Gomes, Baby do Brasil e Paulinho Boca de Cantor, três dos principais integrantes da banda, relembraram o amigo nas redes sociais. Veja:

Publicidade

Clique para ver no Vagalume

Clique para ver no Vagalume

Publicidade

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.