Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Terceiro dia de Lollapalooza tem interrupção e promessa de grandes performances

Rashid precisa, pela segunda vez, parar a sua apresentação em uma edição do festival. Idles (foto) e Black Pumas prometem surpreender

Vagalume|

Vagalume
Vagalume Vagalume

Mais uma vez, o Lollapalooza foi interrompido devido às fortes chuvas que caem no Autódromo de Interlagos. Quem certamente está lamentando muito o fato é Rashid que precisou parar o seu show para que tanto ele quanto o público pudessem ficar em segurança. Em 2019, o rapper também não conseguiu realizar o concerto que havia preparado.

Na sexta-feira (25) algo semelhante aconteceu e os Wombats só puderam tocar cinco das treze músicas previstas. Logo depois o clima melhorou e o Lolla pôde ser reinicializado com pouco atraso e nenhum cancelamento. A expectativa é a de que o mesmo aconteça hoje.

Um dia diferente do previsto

Vagalume
Vagalume Vagalume

Este terceiro dia de festival está rolando com uma programação bem diferente da originalmente prevista. Como já é mais do que sabido. os Foo Fighters não irão mais tocar depois da trágica morte do baterista Taylor Hawkins na sexta-feira. Um grande concerto reunindo o Planet Hemp e grandes nomes do rap nacional, Emicida, Criolo e Bivolt entre eles, foi organizado em cima da hora para que o palco Budweiser não fique sem um headliner.

Publicidade

Mas essa não foi a única baixa do dia, já que outros dois shows, que prometiam se destacar, o de Phoebe Bridgers e Jane's Addiction também foram cancelados há algumas semana e por motivos diversos.

Vagalume
Vagalume Vagalume

Bridgers não foi substituída por nenhum artista internacional e a banda de Perry Farrel, o criador do Lolla, foi trocada pelos ingleses dos Libertines (logo acima), banda que fez história no indie britânico do início do século 21, e que costuma ser bastante errática no palco. Ou seja, o lance é torcer para que Pete Doherty e Carl Barat estejam em um bom dia. Eles estarão no Palco Budweiser às 18h05

Publicidade

O domingo tem ainda dois shows que têm tudo para figurarem entre os melhores não só do Lolla, mas de todo ano de 2022. Os Idles (na foto que abre esse texto) com seu punk vigoroso se tornaram fenômeno de crítica e público no Reino Unido, e não só, e chegam para mostrar um pouco do porquê de serem tão amados por fãs e críticos.

A dupla Black Pumas com sua mistura de soul e rock da melhor procedência também promete fazer bonito no Onix às 17h00. Entre eles duas performances que podem surpreender ou, no mínimo, deixa o público feliz: os já veteranos do Fresno (14h50) e o DJ e produtor Martin Garrix (19h10).

Publicidade
Vagalume
Vagalume Vagalume

O palco Adidas tem dois dos nomes mais importantes da música pop brasileira contemporânea: o rapper Djonga (18h05), sem dúvida um dos melhores do país, e, antes dele, a cantora revelação Marina Sena (15h55). A cantora Kehlani encerra a noite às 20h30 com seu R&B de classe.

No palco Adidas, dedicado à música eletrônica, vale ficar de olho em Kaytranada (18h30), Gloria Groove (20h00) e o headliner Alesso (21h15).

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.