Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Terry Hall, vocalista dos Specials, morre aos 63 anos

A banda revolucionou o rock britânico no fim dos anos 1970, ao unir o ska com o punk

Vagalume|

Terry Hall morre, aos 63 anos
Terry Hall morre, aos 63 anos Terry Hall morre, aos 63 anos

Terry Hall, o vocalista dos Specials e de outras bandas como o Fun Boy Three, morreu nesta segunda-feira (19) aos 63 anos. A causa da morte não foi revelada. O Twitter oficial da banda que era liderada por ele desde 2008, publicou a seguinte mensagem:

"É com grande tristeza que anunciamos o falecimento, após uma breve doença, de Terry Hall, nosso lindo amigo, irmão e um dos mais brilhantes cantores, compositores e letristas que este país já produziu.

Terry era um marido e pai maravilhoso e uma das almas mais gentis, engraçadas e genuínas. A sua música e as suas performances encapsulavam a própria essência da vida… a alegria, a dor, o humor, a luta pela justiça, mas principalmente o amor.

Ele fará muita falta para todos que o conheceram e amaram e deixa para trás o dom de sua música notável e profunda humanidade. Terry costumava deixar o palco no final dos shows que reafirmavam o sentido da vida do The Specials com três palavras… 'Amor, amor amor'". O texto termina pedindo para que a privacidade dos familiares e amigos seja respeitada nesse momento.

Publicidade
The Specials
The Specials The Specials

The Specials surgiu no fim da década de 70 e foi o grande expoente do movimento 2 Tone, um dos mais revolucionários da música britânica. Cria do tecladista Jerry Damners, que não participou de nenhuma reunião do grupo original, o septeto propôs, em uma época em que a extrema direita e o racismo eram uma realidade nas ilhas, uma banda formada por brancos e negros e que unia, em seu primeiro, e fundamental, álbum o punk rock ao ska.

Chamado simplesmente The Specials, o LP tinha tanto material próprio quanto covers que se tornaram tão ou mais conhecidas na voz deles, como as de You're Wondering Now e A Message To You, Rudy. Muito influente, o álbum inspirou vários artistas nas décadas seguintes. Amy Winehouse era uma enorme fã, e, antes, todo o movimento de ska rock que tomou de assalto o mercado de rock americano alternativo da segunda metade dos anos 1990 era devedor do som feito por eles nesse disco. Não à toa, alguns ex-integrantes montaram suas versões do grupo para tocar, e até gravar, pelos EUA.

Publicidade

A banda mudaria radicalmente de som em More Specials, de 1981, um trabalho mais experimental, com influências na época tida como estranhas, como a da chamada música lounge.

Eles atingiram o ápice comercial e artístico com Ghost Town, que, mesmo com seu clima fantasmagórico, chegou ao topo da parada britânica e é presença constante em listas de grandes singles da história do Reino Unido.

Publicidade

Hall deixou a banda logo em seguida e montou, com mais dois membros também egressos dela, o Fun Boy Three, que emplacou na parada vários singles de seus dois álbuns.

Fun Boy Three
Fun Boy Three Fun Boy Three

Nos anos seguintes, Terry gravou solo e participou de outros projetos até voltar a reunir a banda que o celebrizou, em 2008. Mesmo sem a presença de Damners, que gravou um terceiro álbum do grupo sob o nome Special AKA, em 1984, e não quis tomar parte no projeto, a reunião foi um sucesso.

Eles só lançaram um novo álbum em 2019, e a espera compensou: Encore foi elogiado pela imprensa e chegou ao topo da parada britânica. No ano passado, eles lançaram o segundo LP pós-reformulação: Protest Songs 1924–2012, disco só de covers e com apenas três integrantes da formação clássica, que também fez sucesso comercial, — segundo lugar no Reino Unido e sucesso entre os críticos. Esse foi o último trabalho que Hall lançou em vida.

Ouça o primeiro álbum da banda:

Clique para ver no Vagalume

E assista ao clipe de Ghost Town:

Clique para ver no Vagalume

Fonte: Vagalume

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.