Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Nitro
Publicidade

Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para celular, diz CMA

A Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para plataformas móveis em um passado recente, de acordo com um documento elaborado...

Outer Space|Do R7

Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para celular, diz CMA
Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para celular, diz CMA Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para celular, diz CMA

A Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para plataformas móveis em um passado recente, de acordo com um documento elaborado pela CMA, o regulador inglês que bloqueou a compra da Activision Blizzard pela casa de Redmond.

Esta semana, a CMA decidiu contra a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft por entender que o negócio teria impacto negativo na concorrência em jogos pela nuvem, onde a Microsoft já tem uma das maiores infraestruturas e poderia se fortalecer com a propriedade da King, a divisão móvel da Activision Blizzard, detentora de marcas como Candy Crush.

Embora o principal ponto de discussão da fusão até agora tenha sido o controle da franquia Call of Duty, o chefe do Xbox, Phil Spencer, afirmou em várias ocasiões que o negócio de US$ 69 bilhões visava principalmente as ambições da Microsoft no setor de jogos móveis.

A Microsoft teria interesse em criar uma “nova plataforma móvel Xbox” e uma “loja de jogos de próxima geração” para competir com o Google Play e a App Store, assim que entrar em vigor a nova legislação que obriga a Apple e o Google a permitirem lojas de terceiros em suas plataformas.

Publicidade

Em seu relatório final de 418 páginas sobre o acordo, a CMA revelou que a Microsoft tentou anteriormente comprar uma editora de jogos para celular diferente.

“Observamos a afirmação da Microsoft de que a Activision tem força significativa em jogos para celular e consideramos que a presença dos jogos da Activision em qualquer loja de jogos para celular aumentaria sua competitividade”, escreveu a CMA.

Publicidade

“No entanto, também consideramos que isso poderia ser alcançado por meios menos anticompetitivos do que a fusão, e a Microsoft poderia adquirir ‘conteúdo atraente e experiência com o envolvimento e aquisição do jogador’ comprando um editor de jogos para celular diferente. Esta parece ter sido a estratégia da Microsoft – ela tentou comprar [redigido] em [redigido] e disse [redigido]”, acrescentou o regulador britânico, que preservou o segredo sobre os nomes das empresas que a Microsoft teria como alvos.

O CMA continuou: “Também consideramos que, para lançar uma plataforma móvel competitiva, a Microsoft precisaria de uma quantidade e variedade significativa de jogos. Isso provavelmente envolveria fazer acordos com editores terceirizados de maneira semelhante ao que ocorre atualmente com jogos de console e PC; A Microsoft não forneceu evidências de que sua tentativa de entrada seria suficiente contando apenas com os jogos da Activision. Por esse motivo, discordamos da afirmação da Activision de que uma loja de jogos para celular concorrente só poderia ser alcançada se o conteúdo fosse de uma única organização”.

Publicidade

No ano passado, o chefe do Xbox enfatizou que o futuro da divisão de jogos da Microsoft dependia das plataformas móveis e esse seria o foco do Xbox com a aquisição da Activision Blizzard.

“Nos últimos cinco ou seis anos, todo o crescimento do negócio global de jogos de US$ 200 bilhões veio do segmento móvel, enquanto as receitas de consoles e PCs permaneceram relativamente estáveis”, comentou Spencer na ocasião.

O executivo também lembrou que a Microsoft ainda é um player irrelevante neste segmento, portanto a aquisição da Activision Blizzard King seria um começo para ela.

“Acho que ninguém precisa dessa citação nossa para entender como somos irrelevantes no celular. Qualquer pessoa que pegasse o telefone e decidisse jogar veria isso por conta própria. E também no PC, nossas provações e tribulações nos últimos cinco, seis anos em jogos para PC estão bem documentadas, e continuamos trabalhando nisso, e adoro o trabalho que a equipe de aplicativos do Xbox tem feito e nosso PC Studio está fazendo um ótimo trabalho no PC, mas leva tempo”.

Ele acrescentou: “Em termos de oportunidade da Activision, e continuo dizendo isso repetidamente, e é verdade, definitivamente começa com a visão de que as pessoas querem jogar em todos os dispositivos que possuem e de uma maneira engraçada, a menor tela em que jogamos é, na verdade, a maior tela quando você pensa na base instalada do telefone”.

O post Microsoft tentou comprar outra produtora de jogos para celular, diz CMA apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.