Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sony diz que PlayStation 5 já entrou em fase de declínio de vendas

Em uma apresentação de resultados do terceiro trimestre do ano fiscal 2023/2024, a Sony afirmou que o PS5 já está entrando na fase...

Outer Space|

Sony diz que PlayStation 5 já entrou em fase de declínio de vendas
Sony diz que PlayStation 5 já entrou em fase de declínio de vendas Sony diz que PlayStation 5 já entrou em fase de declínio de vendas (Outerspace)

Em uma apresentação de resultados do terceiro trimestre do ano fiscal 2023/2024, a Sony afirmou que o PS5 já está entrando na fase final do seu ciclo de vida, com previsão de queda nas vendas esperadas para o próximo ano fiscal, que começa em abril.

O ano 2024 também deve passar sem um grande lançamento AAA dos estúdios da Sony, a exemplo de God of War Ragnarok de 2022 e Marvel Spider-Man 2 de 2023.

“Olhando para o futuro, o PS5 entrará na fase final do seu ciclo de vida”, disse Naomi Matsuoka, vice-presidente da Sony. “Por esta razão, daremos mais ênfase ao equilíbrio entre rentabilidade e vendas. Portanto, esperamos que o ritmo das vendas anuais de hardware do PS5 começará a declinar no próximo ano fiscal”.

O PS5 chegou ao mercado em novembro de 2020, portanto há mais de três anos, mas a percepção coletiva é a de uma geração que ainda não decolou. Além dos principais lançamentos ainda contemplarem consoles da geração passada, PS4, Xbox One e às vezes até o Switch, são raríssimos os jogos que demonstram tirar proveito do poder dos hardwares desta “nova geração”. Demon’s Souls Remake, lançado junto do PS5 em 2020, Cyberpunk 2077 e o mais recente Avatar: Frontiers Of Pandora seriam essas raras exceções.

Publicidade

O resultado é que o fim do console poderá ser percebido como prematuro por muitos, mas a Sony ainda terá inevitavelmente que lidar com a queda nas vendas e colocar em prática um plano para sustentar as vendas em um patamar alto o suficiente, seja pela introdução de um PS5 Pro ou a redução no preço do modelo atual. Se mantiver o ciclo de sete anos das últimas gerações, o PlayStation 6 deverá ser lançado no final de 2027.

Se um declínio é esperado para o próximo ano, isto significa que o volume de negócios do PlayStation atingiu o auge em 2023. Nos resultados financeiros da empresa para os três meses encerrados em 31 de dezembro de 2023, a divisão de jogos da Sony relatou outro trimestre recorde em termos de receita, com as vendas do PS5 atingindo 54,7 milhões.

Publicidade

Entretanto, a meta ambiciosa de vendas de 25 milhões de PS5 para o ano encerrado em março de 2024 não deve ser alcançada. No último trimestre, foram vendidos 8,2 milhões de consoles PS5, elevando o total do ano até agora para 16,4 milhões. A empresa espera somar mais 4 milhões de unidades a esta conta, encerrando o ano com 21 milhões vendidos.

A Sony agora espera 210 bilhões de ienes em vendas para o ano de seu segmento de jogos e serviços de rede – uma revisão para baixo de 5%, em parte devido a uma diminuição nas vendas e um aumento nas perdas de hardware devido a promoções.

Publicidade

“Em relação ao hardware PS5, que entrará em seu quinto ano desde o lançamento. Em parte devido à entrada na segunda metade do ciclo do console, nosso objetivo é otimizar as vendas com maior ênfase no equilíbrio com os lucros. Portanto, esperamos um declínio gradual nas vendas unitárias a partir do próximo ano fiscal”, comentou o presidente, COO e CFO da Sony, Hiroki Totoki.

“Em relação ao software original, pretendemos continuar a focar na produção de produções de alta qualidade e na produção de jogos de serviço ao vivo. Mas embora grandes projetos estejam atualmente em desenvolvimento, não planejamos lançar nenhum novo título de franquia existente no próximo ano fiscal, como God of War: Ragnarok e Marvel Spider-Man 2”.

Mas se o volume de negócios do PlayStation é fenomenal, o mesmo não se pode dizer do lucro operacional que caiu 26% em comparação com o final de 2022. Esta grande diferença entre receitas e lucros faz com que a margem operacional, que tinha subido para mais de 11% seis meses atrás, está em má situação, caindo abaixo de 6%. Em outras palavras, a operação da Sony Interactive Entertainment é cara demais.

Se vários fatores podem explicar a situação, a falta de estoque do PlayStation 5 já não é um deles. O posicionamento de preços do fabricante pode, no entanto, ser debatido. Excluindo a promoção, a PS5 custa atualmente US$ 499 no modelo padrão com leitor de discos. No mesmo ponto da geração anterior, os jogadores podiam escolher entre um PS4 por US$ 300 ou um PS4 Pro por US$ 400. A Sony diz não ter a mesma margem da época do PS4 devido ao maior custo de fabricação do PS5.

Do lado do software, 89,7 milhões de jogos PS5 e PS4 foram vendidos entre outubro e dezembro, um aumento anual de 3,2 milhões. Os jogos originais representam 16,2 milhões de vendas, queda de 4,6 milhões, apesar do desempenho de Marvel’s Spider-Man, que ultrapassou a marca de 10 milhões de cópias vendidas aos consumidores em 4 de fevereiro de 2024.

O post Sony diz que PlayStation 5 já entrou em fase de declínio de vendas apareceu primeiro em Outer Space.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.