Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Essa eh do Rock
Publicidade

Amigos lançam música em tributo ao ‘Enciclopédia do Rock’, que morreu no começo do ano

Canção é um compilado dos bordões utilizados por Adriano Falabella, crítico musical do programa televisivo ‘Alto-Falante’

Essa eh do Rock|Antonio De PauloOpens in new window

Conhecido como Get Crazy e Enciclopédia, Adriano Falabella marcou presença no rock mineiro (Reprodução)

Get Crazy! Mais que bela homenagem o Adriano Falabella, eterno crítico musical do programa Alto-Falante, recebeu. Três amigos, integrantes de bandas aqui de Belo Horizonte, lançaram uma música em tributo ao Adriano, que infelizmente morreu em janeiro deste ano.

Valério Salles, do Holocausto (lendária banda de Black metal dos anos 80, da época do Sepultura), Marcelo Loss (banda Loss, ex-Concreto) e Auder Jr (professor de música e produtor cultural), se reuniram e fizeram juntos a Enciclopédia, canção que homenageia Adriano Falabella destacando na letra os bordões utilizados pelo crítico em seus mais de 25 anos de programa. Também participaram da composição Ramon (da banda Doctor Ray Band Blues) e Teddy Bronx (ex Witchammer e Concreto).

“Escutava Adriano Ventura desde a antiga Rádio Terra, quando ele apresentava o programa O Rock que a Terra não Esqueceu. Já cheguei a dar entrevista no programa dele, em 2006, pela minha banda. Mas viramos amigos mesmo é no bar, na noite. Era ver o cara, sentar na mesa e saber que ele ia falar de rock. Os bordões dele foram uma sacada muito boa, que o faz se aproximar do público. A letra que escrevi é ele, como ele era”, descreve Valério Salles.

Segue abaixo a homenagem:

Publicidade

Conhecido em todo o Brasil como o Enciclopédia do Rock, Adriano Falabella é um dos apresentadores do programa Alto-Falante, produzido pela Rede Minas, e retransmitido em todo o país pela TV Brasil e TV Cultura. O Alto-Falante é apresentado pelo jornalista Terence Machado, e tinha Adriano no quadro Enciclopédia do Rock. Por isso o apelido.

“Li vários relatos de pessoas que conheceram rock, ou uma determinada banda, graças à divulgação do trabalho do Adriano. No dia seguinte acordei às cinco da manhã, escrevi a letra, e mandei para os amigos“, acrescenta Valério.

Publicidade

O programa Alto-Falante já possui 26 anos, com boa parte dele sendo retransmitido para todo o país através de parcerias com TVs estatais, como a TV Cultura e a TV Brasil. O apresentador Terence Machado fala sobre como foi o convite para a participação de Falabella.

“Também conheci o Adriano Falabella pelo programa O Rock que a Terra não Esqueceu, na rádio Terra. Eu era ouvinte do programa e virei fã do Adriano! Por lá conheci, por exemplo, a banda Kamikaze, na época do álbum Machado de Guerra. Eu já trabalhava na Rede Minas, em 1997, quando surgiu o projeto para começar o Alto-Falante. Na hora veio a ideia de chamar o Get Crazy, como Adriano era conhecido como locutor de rádio. Ele adorou o convite! Ele teve a ideia de trazer um quadro do seu programa da rádio, o Enciclopédia do Rock. Deu super certo!”, relembra Terence Machado.

Publicidade

Para Terence, Adriano Falabella era especial de várias formas. Seja pelo seu conhecimento sobre tudo, quase como uma enciclopédia ambulante (sobre tudo, inclusive rock!), como também seu jeito especial de contar histórias.

“O diferencial do Adriano Falabella era o quão ele era culto. Ele sabia de tudo! Geografia, geopolítica, fauna... e trazia todos os assuntos para o universo do rock. Um dia se recusou de comer aves em um restaurante, durante o almoço. Alegou pertencer a um clube de ornitólogo. Me mostrou o cartão. De lá estava contando uma curiosidade da banda inglesa The Birds. E como guardava datas! Além de ser um comunicador nato, carismático. A melhor pessoa do mundo para contar uma história. Um comunicador único”, recorda Terence.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.