Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Roberto Cabrini: "Jornalismo investigativo é um dos melhores caminhos para se lutar contra a impunidade" 

Flavio Ricco|Do R7 e Flavio Ricco

Roberto Cabrini entrevista vítimas do caso
Roberto Cabrini entrevista vítimas do caso Roberto Cabrini entrevista vítimas do caso

O jornalista Roberto Cabrini, uma referência em jornalismo investigativo, não tem dúvida de que, quando esse trabalho é realizado com responsabilidade, ele se torna uma ferramenta importante “para se lutar contra a impunidade no país”.

Um dos muitos exemplos pôde ser constatado no mês passado.

Após denúncias mostradas no "Domingo Espetacular" e no "Câmera Record", em 20 julho de 2022, a Justiça Federal de Santa Catarina condenou, no último dia 15 de agosto, Jorge Moura a 14 anos, oito meses e 59 dias de prisão. Ele realizou dois estupros de vulneráveis, dois crimes de violação sexual mediante fraude e um crime de assédio sexual. A Justiça determinou a prisão do fotógrafo em regime fechado.

Relembre o caso:

Procurado por algumas vítimas, que revelaram ao jornalista o caso, Roberto Cabrini investigou os crimes do fotógrafo Jorge Moura. Após investigações que duraram cerca de um mês, Cabrini descobriu que o profissional prometia sucesso e fama a jovens aspirantes a modelo, mas escondia um lado obscuro.

O programa mostrou a caçada ao homem suspeito de participar de uma rede internacional de pedofilia.

Em entrevista exclusiva ao jornalista, as vítimas contaram em detalhes como eram as sessões de fotos e como descobriram que o material era vendido na deep web.

Foram depoimentos marcados por dor, medo, vergonha e vários traumas. A produção foi ao ar na Grande Reportagem do "Domingo Espetacular", e a íntegra da reportagem foi exibida no "Câmera Record".

Após a investigação de Cabrini, pouco mais de um ano depois, no último dia 15 de agosto, a Justiça Federal de Santa Catarina condenou Jorge Moura à prisão em regime fechado.

Cabrini, um dos jornalistas mais premiados do país, reconhecido por uma carreira dedicada ao jornalismo investigativo, entende que esse é mais um caso em que se reafirma a importância de valorizar esse tipo de trabalho.

Para ele, “essa cobertura é mais uma demonstração de que o jornalismo investigativo, feito com responsabilidade, é um dos melhores caminhos para se lutar contra a impunidade no país”.

Vai viajar? Veja como economizar no roteiro e na compra da passagem

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.