Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Melhor Não Ler
Publicidade

Trans-ajudante: aquele que só atrapalha, mas sente que está ajudando

Governo brasileiro justifica atuação pífia durante calamidade no RS apresentando diagnóstico de trans-ajudante. Entenda

Melhor Não Ler|Do R7

Caminhões repletos de doações para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul estão circulando sem nota fiscal? Que absurdo! E ainda estão com excesso de carga porque as pessoas doaram demais? Multa neles!

O quê? Mesmo depois de multados os caminhoneiros seguiram viagem porque colocaram a missão de ajudar as pessoas acima da “burrocracia”? Que petulância... Multa de novo!

Não estou acreditando que essa gente que perdeu tudo quer o “meu” dinheiro só porque pagam fortunas em impostos. E daí que eu bati mais um recorde de arrecadação? Eu lá devo satisfações para vocês? Ora... O governador que peça pix para o próprio povo! Que se virem!

Vai me dizer que não entenderam ainda? Que canseira... vou desenhar: manda lá a ministra dizer para a imprensa que “o dinheiro vai chegar no tempo certo” e que “esse momento não é agora”. Sou eu que decido!

Publicidade

E fala para aquela outra ministra, a da “Igualdade” Racial usar a catástrofe para pedir voto. Se o povo reclamar é só apagar o post. Essa gente não tem memória mesmo... Ah! E diga para ela aproveitar e lacrar exigindo que ciganos e quilombolas sejam ajudados primeiro, afinal, tem melhor exemplo de igualdade racial do que esse?

Se você achou tudo isso “um pouquinho” estranho, não se preocupe! Não é que o governo do amor não esteja nem aí com as pessoas, mas sim, que ele é apenas trans-ajudante: aquele que só atrapalha, mas sente que está ajudando. Sejamos tolerantes e inclusivos, companheiros!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.