Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Filme sobre relacionamento de Priscilla e Elvis pode implodir imagem do cantor; veja trailer

Longa dirigido por Sofia Coppola é inspirado em livro escrito pela ex-mulher de Presley; ainda não há data de lançamento

Odair Braz Jr|Do R7

Elvis e Priscilla em cena do filme que será lançado em breve
Elvis e Priscilla em cena do filme que será lançado em breve Elvis e Priscilla em cena do filme que será lançado em breve

Elvis ganhou sua bem-sucedida biografia no cinema em 2022, que mostrou que há ainda muito interesse na vida do músico que morreu em 1977. Então, vem mais por aí: Priscilla é o nome do longa dirigido por Sofia Coppola e que vai levar para as telas a relação da então jovem com o astro da música. O primeiro trailer saiu nesta quarta (21) e você pode assistir logo abaixo.

Este novo trabalho da diretora — famosa por filmes como Encontros e Desencontros, Maria Antonieta etc. — é baseado no livro Elvis e Eu, escrito pela própria Priscilla e lançado em 1985. Na publicação, a ex-mulher do cantor dá detalhes de sua vida com Presley, mostra o lado humano do roqueiro e deixa claro que não viveu um conto de fadas como a mídia na época dava a entender.

Então, se Sofia Coppola decidir mostrar tudo o que Priscilla escreveu no livro, do jeito que ela escreveu, este filme tem tudo para ser bem polêmico e até negativo para a imagem do músico. Já começa com o fato de que Elvis conheceu sua futura mulher quando ela tinha apenas 14 anos. Ele tinha 25. Teve início ali o relacionamento deles, embora de forma ainda muito leve, quase platônico. O fato de ela ser adolescente na época é assunto até hoje e Priscilla, volta e meia, tem de falar sobre o tema quando perguntada.

Mais do que isso, Priscilla conta no livro sobre o controle excessivo que Elvis exercia sobre ela. Ele fazia diversas exigências sobre como sua então namorada devia se comportar, se vestir, se maquiar. A publicação dá até alguns detalhes da vida sexual do casal.

Publicidade

Veja o trailer:

CONTEÚDO EXPLOSIVO

Publicidade

Elvis e Eu, o livro, tem mesmo um conteúdo razoavelmente explosivo e que até joga umas manchas sobre a reputação do cantor. Inclusive, a publicação foi adaptada para uma série de TV — o SBT levou ao ar várias vezes no passado — lançada em 1988, mas que já não é exibida há décadas. O livro também está fora de catálogo e dá a impressão de que é algo que a ex-mulher de Presley prefere deixar esquecido num cantinho meio escondido.

Vale lembrar que em seu livro, Priscilla conta todos estas questões citadas e mostra um lado obscuro de Elvis, mas faz questão de dizer que amava muito seu marido e tinha certeza de que ele também a amava. Em vários momentos ao longo dos anos, por conta deste conteúdo polêmico, ela mostrou um certo arrependimento sobre o que escreveu e chegou a dizer que as coisas não foram exatamente daquele jeito, que ela mesma escreveu de uma maneira meio rude e que a série de TV exagerou em alguns trechos.

Publicidade

Seja como for ela escreveu e está tudo impresso em cópias espalhadas pelo mundo. Com este material gerado pela própria Priscilla, este novo filme pode mostrar momentos que o de 2022, de certa forma, escondeu, principalmente em relação à vida de casal de Priscilla e Elvis. No longa de Baz Luhrmann, o namoro e casamento aparecem de maneira superficial, sem grandes detalhes.

Assim, Priscilla deve ter um Elvis bem diferente daquele visto no ano passado. Ainda mais por ser dirigido por uma mulher como Sofia Coppola, que costuma valorizar muito suas protagonistas. E este longa é muito sobre Priscilla e menos sobre Presley.

Nesta nova produção, Jacob Elordi (da série Euphoria) interpreta Elvis. Priscilla é vivida por Cailee Spaeny. Ainda não há data de estreia divulgada.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.