Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Odair Braz Jr - Blogs
Publicidade

Guns N' Roses anuncia turnê mundial e deixa o Brasil de fora; e isso é ótimo

A banda tem que voltar ao país quando tiver material novo para divulgar; chega de saudosismo

Odair Braz Jr|Do R7

Axl e Slash durante show do Guns N' Roses
Axl e Slash durante show do Guns N' Roses Axl e Slash durante show do Guns N' Roses

Axl Rose e sua turma divulgaram que, em junho, em Israel, darão o pontapé inicial da turnê mundial de 2023. Os roqueiros vão passar por vários países europeus, pelos Estados Unidos e pelo Canadá e, por enquanto, nada de Brasil. E essa escanteada no nosso país é mais do que bem-vinda, embora deva haver muito fã lamentando por aí.

E é bom por quê? Primeiro que o Guns N' Roses esteve por aqui em setembro de 2022 e passou por várias cidades. Quer dizer, ninguém está, assim, digamos, morrendo de saudade dos sujeitos.

Mas o mais importante de não voltarem ao Brasil em 2023 é que o grupo deve apresentar o mesmíssimo show do ano passado e que é exatamente o mesmo que vem fazendo desde 2016. Com algumas coisas pioradas, inclusive.

Em 2016, o guitarrista Slash e o baixista Duff McKagen voltaram para a banda, e aí houve a turnê que marcou a reunião desses antigos integrantes com Axl Rose. Os dois ficaram fora do grupo por quase vinte anos, e realmente era um momento histórico, que justificava os shows pelo mundo todo. Diga-se, as apresentações já eram cheias de saudosismo, é claro, e já não traziam músicas novas, mas ok. Até porque o último disco do Guns — Chinese Democracy — é de 2008.

Publicidade

E dá-lhe shows, em 2016 a 2019, da turnê chamada Not in This Lifetime. Vieram para o Brasil, inclusive. Em 2020, foram obrigados a parar com as apresentações devido à pandemia do coronavírus. Em agosto de 2021, com a situação sanitária já mais controlada, o Guns N' Roses voltou a excursionar, dessa vez com a tour We're F'N Back. Basicamente, o show aqui era igual ao da turnê anterior, só que com um palco mais pobrinho, menos pirotecnia e Axl com a voz piorada. E assim seguiram até o fim de 2022.

Agora, no meio do ano, surge a próxima turnê e, tudo indica, sem nenhuma mísera novidade. O Guns não lançou disco novo, não pôs músicas inéditas nas plataformas (Hard Skool e Absurd não contam, são antigas recauchutadas), então não há novidade nenhuma para ser mostrada. Uma vez mais teremos shows baseados no passado, com aquele set list manjadíssimo, com as covers de sempre e mais do mesmo em tudo.

Publicidade

Há uma vaga promessa (ok, não é promessa) de que, depois dessa excursão de 2023, a banda gravará finalmente o novo disco, para lançamento, quem sabe, em 2024 ou 2025. E, obviamente, sairá pelo mundo fazendo shows para divulgá-lo. Aí, nesse caso, estão mais do que convidados a voltar ao Brasil, porque outra apresentação saudosista é bem dispensável.

Só que (sempre tem um “só que”) os meses de novembro e dezembro deste ano estão sem shows marcados. Será que ainda pode aparecer o Brasil por aí? Fica o alerta.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.