Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Odair Braz Jr - Blogs
Publicidade

Zezé Di Camargo, o nosso Axl Rose, desafina e passa vergonha em shows já faz tempo

Não é de hoje que o sertanejo tem problemas na voz; deveria parar de tentar alcançar as notas mais altas

Odair Braz Jr|Do R7

Zezé, o negócio é passar a cantar em tons mais baixos
Zezé, o negócio é passar a cantar em tons mais baixos Zezé, o negócio é passar a cantar em tons mais baixos

Viralizou nas redes um vídeo de Zezé Di Camargo, num show neste último fim de semana, desafinando muito no início de uma música. As imagens com a barbeiragem vocal do sertanejo causaram surpresa aos usuários das redes sociais. Mas não deviam.

Já faz bastante tempo que o irmão de Luciano desafina e, pior, não consegue mais chegar às notas mais altas das próprias músicas. E isso é bem complicado para um cantor que ficou conhecido justamente por cantar em tons bem altos, o que fez durante décadas. Pois é, mas o tempo passa, as cordas vocais se desgastam e toda aquela potência sonora vai por água abaixo.

Isso aconteceu também com Axl Rose. O vocalista do Guns N’Roses também passa por um problema parecido ao de Zezé, e as pessoas já até disseram que o americano soa igual ao Mickey cantando. E o pior é que parece mesmo. É só pegar na internet uns vídeos de shows recentes da banda para comprovar.

Com Zezé, a coisa não é tão grave quanto acontece com Axl. O sertanejo não está parecendo o Mickey nem a Olivia Palito cantando. Ele consegue ainda soar bem em tons mais baixos e o problema é mesmo nas notas mais altas.

Como já faz tempo que Zezé não chega mais lá em cima nas suas canções, deveria parar de tentar. É só assumir a falta de alcance, deixar claro para o público que aos 60 não dá mais para soar como aos 30 e passar a cantar num tom mais baixo. Paciência, ué! Os fãs vão entender.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.