Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Azul russo: conheça a raça de gatos tímidos, dóceis e muito inteligentes

Especialistas comentam a saúde, cuidados específicos, alimentação e se esses são felinos indicados para famílias com crianças

RPet|André Barbeiro*, do R7

O gato azul russo tem sua origem, como o nome já diz, na Rússia
O gato azul russo tem sua origem, como o nome já diz, na Rússia O gato azul russo tem sua origem, como o nome já diz, na Rússia

Uma das raças de felinos mais queridas dos brasileiros, segundo o PetCenso 2023, é o gato azul russo. Esse é um animal que teve sua origem, como o nome já diz, na Rússia, mais especificamente na região de Arcangel. Conhecidos por serem tímidos, mas também muito dóceis com os seus tutores, esses bichanos têm uma pelagem cinza azulada, além de variações brancas e pretas.

Ao RPet, Cybelle Bordon, cat sitter e auxiliar veterinária, comenta que os gatos da raça azul russo não são indicados para casas que tenham crianças. "Pessoas que moram sozinhas, são mais caseiras, com uma rotina mais calma, são melhores. A agitação, por serem tímidos, os assusta", completa.

Já Esther Halfon, veterinária integrativa, pensa de outra forma sobre a relação dos pequenos com esses bichanos. "Eles são ótimos com crianças e outros pets e, além disso, promovem menos alergia a humanos, porque produzem menos glicoproteína, ou seja, são animais mais apropriados para quem é alérgico aos pelos de gato", conta.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Ela diz que, além de amistosos, dóceis e tranquilos, esses gatos são muito inteligentes. "Sua capacidade não é medida apenas pelos neurônios, mas, sim, por uma proporção com as células da glia (tipos celulares presentes no sistema nervoso central), o que conclui que este bichano é mais dotado do que um animal como o leão", ensina. "Aprendem com facilidade a abrir gavetas e portas", exemplifica. 

A profissional ainda lembra que, como todo animal esperto, que está acima da média, eles precisam de muita atividade física, brinquedos e arranhadores.

Publicidade

Alimentação, saúde e cuidados específicos

Esther explica que a alimentação dos gatos da raça azul russo deve ser, preferencialmente, a Barf (Biologically Appropriate Raw Food), que, basicamente, é uma dieta natural e carnívora.

gato azul russo
gato azul russo gato azul russo

As especialistas reiteram que a casa seja "gatificada", para que eles tenham bastante atividade física. Janelas com telas também são recomendadas, e os pelos do bichano precisam ser escovados.

Cybele fala que são felinos mais resistentes. "Uma das poucas raças, com poucos ou nenhum problema genético e de saúde."

Por fim, Esther lembra que é importante respeitar o tempo do filhote com a mãe até o desmame. "Deixar que seja natural, porque isso contribui desde o processo de socialização até a formação da microbiota intestinal do felino", finaliza.

'Cônsul-gato': consulado do Japão, em Recife, 'contrata' felino

*Sob a supervisão de Thaís Sant'Anna

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.