Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Após polêmica com Érick Jacquin, entenda os riscos de não tomar banho nem escovar os dentes

Chef foi detonado na web após a revelação, que causou as mais diversas reações nos internautas, deixando a maioria chocada

Bem Estar|Mariana Morello, do R7

Chef de cozinha revelou não tomar banho nem escovar os dentes
Chef de cozinha revelou não tomar banho nem escovar os dentes Chef de cozinha revelou não tomar banho nem escovar os dentes

O chef de cozinha Érick Jacquin virou assunto na web após declarar nunca tomar banho nem escovar os dentes. A fala aconteceu durante entrevista ao podcast Flow, e causou as mais diversas reações nos internautas, deixando a maioria chocada com a revelação. Porém, quais são os reais danos se falharmos nessas missões? O R7 conversou com dois especialistas que explicaram os riscos da prática (ou seria da falta dela?).

O dermatologista Matheus Kasai é categórico: banhos diários devem ser tomados e estimulados. O médico explica que o ato de se lavar todos os dias é algo importante, não só para a saúde, mas também para os relacionamentos sociais e profissionais. "Seguimos a orientação conforme o manual da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)", explica.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

No quesito saúde, Matheus divide alguns exemplos de problemas que podem ocorrer pela falta de higiene, como micoses, doenças infecciosas por bactérias, doenças íntimas, agravo do envelhecimento da pele, aumento de descamação e oleosidade.

Banho: como e quando?

A pergunta frequente é: quantos banhos é indicado tomar por dia? Matheus responde que não há uma quantidade exata. "Essa estimativa é feita considerando a temperatura local e as atividades realizadas pela pessoa. Mas, de forma geral, um banho diário é suficiente", revela.

Publicidade

O especialista explica que a pele tem uma camada lipídica que funciona como impermeabilizante, protegendo de microorganismos e bactérias, e que sempre que tomamos banho, perdemos dois terços dessa camada. "Além disso, essa camada de gordura impede a evaporação de água, mantendo a hidratação da pele e do corpo", conta. Por isso, além de tomar banhos, é preciso saber como tomá-los.

Visto isso, o dermatologista tem algumas dicas valiosas. "O primeiro cuidado que devemos ter é evitar água em temperaturas altas e banhos demorados. Água quente resseca a pele e aumenta o risco de contrair infecções bacterianas, fúngicas e alergias. O ideal é apostar em banhos mornos, entre 25°C e 27°C".

Publicidade
Pele e boca precisam ser higienizados diariamente
Pele e boca precisam ser higienizados diariamente Pele e boca precisam ser higienizados diariamente

Matheus ressalta que o uso de sabonetes antissépticos não é indicado para todo o corpo, porque possuem PH alto e podem danificar a integridade da pele, e que o ideal é uma opção hidratante. "Devemos passar sabonete apenas nas áreas em que há excesso de produção de sebo, suor ou mau odor, como face, axilas, mãos, pés, genitais e região perianal. Nas demais partes do corpo, os óleos e gel de banho, que não danificam a barreira cutânea da pele", ensina.

O dermatologista alerta também para o uso de buchas, esponjas ou similares, que devem ser usadas no máximo duas vezes na semana. "Eles removem as camadas mais superficiais e causam inflamação em função do atrito", conta.

Publicidade

A última dica é hidratar bem a pele. "Hoje em dia, possuímos muitos produtos que fazem a função de limpeza sem prejudicar e remover a barreira de proteção da pele durante o banho, como óleos e gel específicos. Aconselho também priorizar o uso de emolientes após banho, quando os poros estarão abertos para receber os ativos e isso potencializa a hidratação", finaliza.

Mau cheiro x Perfume

Para completar sua fala problemática, Jacquin revelou usar perfumes, possivelmente para disfarçar um eventual mau cheiro. Porém, será que isso funciona? A médica Fernanda Nichelle diz que o uso de fragrância não é suficiente para remover o mau odor corporal.

Um banho por dia é suficiente para manter a higiene do corpo
Um banho por dia é suficiente para manter a higiene do corpo Um banho por dia é suficiente para manter a higiene do corpo

"Temos uma bactéria que coloniza a pele, da espécie corynebacterium, que na presença do suor produz um cheiro forte e desagradável. Então, o necessário é a remoção dessa bactéria com o auxílio do sabão e água. E o perfume também não higieniza a pele, a maioria nem tem álcool suficiente para remover a sujeira", explica a especialista.

Quando questionada se o excesso de perfume pode causar dano à pele, Fernanda conta: "Isso só pode ocorrer se o produto possuir muito álcool ou algum ativo que cause alergia. Existem fragrâncias que usam conservantes e outros ativos, que em excesso podem causar algum tipo de problema na pele, por exemplo".

Escovar os dentes é essencial ou limpeza em consultório resolve?

Para confirmar que não havia problema algum em não escovar os dentes, Jacquin se defendeu afirmando: "A minha boca não fede. Meus dentes são bonitos e inteiros". O chef continuou dizendo que os dentes estão um pouco marrons, mas só porque faz tempo que ele não faz limpeza em consultório. Porém, só a limpeza periódica é suficiente? Quais são os riscos de não escovar os dentes diariamente? A dentista Barbara Barquette tirou todas as dúvidas.

Leia também

"A primeira fase do processo de digestão dos nossos alimentos é na boca. Manter uma boa higiene bucal não é só questão de higiene pessoal, mas também é reduzir muito o risco de desenvolvimento de problemas bucais e dentários, bem como o agravamento de problemas sistêmicos como doenças cardiovasculares e também o diabetes", ensina.

O uso de fio dental é indispensável
O uso de fio dental é indispensável O uso de fio dental é indispensável

"Se nós não escovarmos os dentes de maneira correta e numa frequência recomendada, teremos o acúmulo da placa bacteriana e isso vai gerar problemas bucais como cáries, gengivites, periodontites e mau hálito. Inclusive, gerando até mesmo a perda de um ou mais dentes", alerta.

Barbara alerta que, embora sejam importantes para a manutenção da saúde bucal, as limpezas em consultório não funcionam sozinhas e o cuidado diário é de extrema importância. A dentista ainda avisa que as escovações devem acontecer sempre após as refeições, ou seja, ao menos três vezes ao dia, e lembra: "Sem esquecer, é claro, do uso do fio dental em cada uma delas".

Porém, a dentista alerta que de nada adianta manter uma frequência boa das escovações se a técnica está inadequada. "E que a escovação dure, pelo menos, um minuto, um minuto e meio. E a escova precisa ter alcance dos dentes posteriores. Por isso, nós recomendamos uma escova com a cabeça pequena, anatômica e com cerdas macias para que também haja a higiene das nossas gengivas", finaliza Barbara.

VEJA TAMBÉM: Pura nostalgia! Os itens de beleza queridinhos dos brasileiros por gerações

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.