Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ronald dribla compulsão alimentar e celebra ganhos de vida saudável: 'Autoestima elevada'

Em entrevista exclusiva, o DJ fala dos benefícios que conquistou com a prática de exercícios e mudança radical na alimentação

Bem Estar|Brenda Marques, do R7

Ronald treina entre 6 e 7 vezes na semana
Ronald treina entre 6 e 7 vezes na semana Ronald treina entre 6 e 7 vezes na semana

Ronald Nazário, de 23 anos, adotou novos hábitos a fim de conquistar uma vida mais saudável desde o início deste ano. A mudança foi gradual. Começou por meio da prática de tênis, esporte que ele gosta muito, por cerca de duas horas todos os dias. Depois, o DJ partiu para o treino cardiorrespiratório, com corridas na esteira e subidas de escada. Na fase atual, o foco é a musculação.

Ele treina entre seis e sete vezes por semana e a cada dia trabalha um grupo muscular diferente que, conforme o cronograma de treino, se repete uma vez no período. "De segunda a sábado, faço musculação. No domingo, costumo fazer um 'descanso ativo', sempre tentando fazer uma esteira ou uma escada para começar bem a semana", detalha, em entrevista exclusiva ao R7.

A prática de exercícios está aliada a uma dieta balanceada — que costuma mudar bastante ao longo do tempo. O importante é que todas as refeições do dia tenham um peso exato, para que Ronald alcance um valor mínimo e não ultrapasse o limite de calorias indicadas por dia, a fim de que seu organismo funcione bem, o que significa ter disposição para se exercitar e trabalhar.

Todos os cuidados relacionados a pesos e medidas ficam a cargo de uma equipe especializada. "Faço de quatro a cinco refeições por dia. Café da manhã, almoço, lanche da tarde. Tem um lanche extra, que eu acabo pulando, mas, caso eu sinta fome, posso usufruir disso. Depois, janta e ceia", descreve.

Publicidade

'Um dia me olhei no espelho e fiquei espantado com o que vi'

A guinada de vida se deu por algumas razões, dentre elas a insatisfação com a própria imagem e o término de um namoro de 4 anos."Um dos principais motivos foi, um dia, eu ter me olhado no espelho e ter ficado muito espantado com aquilo que eu estava vendo, no sentido de, realmente, não estar feliz com meu corpo. Isso gerou um grande desconforto em mim, e comecei a ver caminhos para sair daquela situação", lembra.

Ronald Nazário em foto antiga e em outra, atual
Ronald Nazário em foto antiga e em outra, atual Ronald Nazário em foto antiga e em outra, atual

"O término de um relacionamento que tive também. Não foi exclusivamente isso, mas com certeza ajudou [a mudar a rotina]", acrescenta.

Publicidade

Entre as barreiras enfrentadas nesse caminho, a mais difícil foi se adaptar à nova rotina. "Porque tudo, inicialmente, é um desafio, desde a prática de atividade física até a alimentação", justifica o jovem.

Ele cita escolhas básicas que, no começo, foram desafiadoras, onde comer, sair para beber ou não, e se preocupar com a quantidade de horas de sono.

Publicidade

"As primeiras semanas são as mais difíceis. Mas você passando por essa barreira, que acaba sendo mais psicológica do que física, tudo se torna mais fácil dia após dia. Até que chega em um ponto onde você faz as coisas de maneira automática", pondera.

O desafio de lidar com a compulsão alimentar

No caso de Ronald, manter a alimentação balanceada exige lidar com a compulsão alimentar, um transtorno que se caracteriza pela ingestão descontrolada de excesso de alimentos, sem apetite e quase sem mastigar, até que seja alcançada a plenitude, segundo o Ministério da Saúde.

"Minha alimentação sempre foi muito relaxada no sentido de 'eu como aquilo que eu quero sem nenhuma restrição'. Eu me considero uma pessoa extremamente compulsiva em relação à comida, sinto que eu desconto qualquer tipo de dificuldade na minha vida na comida", afirma.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

"Então, comia tudo que eu queria. Principalmente hambúrgueres, pizzas, massas. Sou apaixonado por massa, e comia a rodo. Então, era muito difícil manter uma rotina saudável sem ter que me restringir", completa.

Mudanças com foco na saúde

Ronald costuma postar seu treino com os seguidores
Ronald costuma postar seu treino com os seguidores Ronald costuma postar seu treino com os seguidores

Ronald diz que nunca se prendeu a números e medidas, mas sabe que está com um percentual de gordura abaixo de 12%. Além disso, seu peso está em torno de 89 kg e 91 kg — antes de aderir à vida saudável, ele chegou a pesar 115 kg. Por isso, o DJ não está restringindo tanto a si, como no início da nova rotina. Ele destaca ainda que as metas são com foco em saúde, e não na estética.

"Meu trabalho hoje é mais de manutenção. Se eu como algo mais gorduroso num dia, tenho que me regrar mais no outro, e vice-versa. Se eu treino mais pesado, me permito mais em uma refeição ou outra", descreve.

"Então, acaba sendo um pouco mais fácil, e é claro que eu mesmo tenho esse controle, não tem ninguém que fica de olho por mim. Eu tenho que saber se posso me dar o direito ou não de comer algo que esteja fora da minha dieta. A gente tem que relaxar uma vez ou outra para ter equilíbrio na vida", enfatiza.

Mais autoestima e menos ansiedade

Além de benefícios físicos, a vida saudável melhorou a saúde mental e as relações sociais do filho de Ronaldo Fenômeno e Milene Domingues. "Muda a disposição, o relacionamento com familiares e amigos. Me sinto muito mais ativo, com a autoestima elevada, a ansiedade diminuiu. E sinto que tudo isso acaba sendo uma consequência de uma rotina mais saudável", cita.

Mesmo assim, o jovem faz questão de enfatizar que a prática de exercícios não dispensa as sessões de terapia para a saúde mental. "A atividade física acabou se tornando um certo tipo de terapia no meu dia a dia, onde consigo extravasar e colocar para fora coisas que não conseguiria por meio de palavras", analisa.

"Digo e repito: não substitui a terapia convencional, mas tem se tornado algo que me faz muito bem, não só no âmbito físico, mas emocional e mentalmente", completa.

Veja também: De Ronald Nazário a Marcelo Sangalo: filhos de famosos se tornam 'marombas' e surpreendem:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.