Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Conheça cidades brasileiras que tem mais imóveis do que pessoas

Flipar|

Um fato inusitado sobre a cidade de Rio Quente, em Goiás, tem chamado a atenção na internet: o lugar tem mais casas do que pessoas vivendo lá.
Um fato inusitado sobre a cidade de Rio Quente, em Goiás, tem chamado a atenção na internet: o lugar tem mais casas do que pessoas vivendo lá. Um fato inusitado sobre a cidade de Rio Quente, em Goiás, tem chamado a atenção na internet: o lugar tem mais casas do que pessoas vivendo lá. (Flipar)
E isso não é só lá que isso acontece, tem outras cidades assim no Brasil com essa mesma situação.
E isso não é só lá que isso acontece, tem outras cidades assim no Brasil com essa mesma situação. E isso não é só lá que isso acontece, tem outras cidades assim no Brasil com essa mesma situação. (Flipar)
De acordo com os números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Censo Demográfico 2022, Rio Quente tem cerca de 3,9 mil moradores, mas o incrível é que tem mais de 4,1 mil casas na região.
De acordo com os números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Censo Demográfico 2022, Rio Quente tem cerca de 3,9 mil moradores, mas o incrível é que tem mais de 4,1 mil casas na região. De acordo com os números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Censo Demográfico 2022, Rio Quente tem cerca de 3,9 mil moradores, mas o incrível é que tem mais de 4,1 mil casas na região. (Flipar)
Além de Rio Quente, há pelo menos 18 outras cidades com menos habitantes do que domicílios. Um exemplo é Arroio do Sal, que fica no litoral norte do Rio Grande do Sul.
Além de Rio Quente, há pelo menos 18 outras cidades com menos habitantes do que domicílios. Um exemplo é Arroio do Sal, que fica no litoral norte do Rio Grande do Sul. Além de Rio Quente, há pelo menos 18 outras cidades com menos habitantes do que domicílios. Um exemplo é Arroio do Sal, que fica no litoral norte do Rio Grande do Sul. (Flipar)
Lá, a diferença é ainda maior: tem 7.800 casas a mais do que pessoas, mesmo com uma população de mais ou menos 11,1 mil moradores.
Lá, a diferença é ainda maior: tem 7.800 casas a mais do que pessoas, mesmo com uma população de mais ou menos 11,1 mil moradores. Lá, a diferença é ainda maior: tem 7.800 casas a mais do que pessoas, mesmo com uma população de mais ou menos 11,1 mil moradores. (Flipar)
Na maioria das vezes, isso acontece em cidades que são destinos turísticos, como Ilha Comprida, SP (foto), Matinhos (PR), Ilha de Itamaracá (PE), Mangaratiba (RJ) e Saubara (BA).
Na maioria das vezes, isso acontece em cidades que são destinos turísticos, como Ilha Comprida, SP (foto), Matinhos (PR), Ilha de Itamaracá (PE), Mangaratiba (RJ) e Saubara (BA). Na maioria das vezes, isso acontece em cidades que são destinos turísticos, como Ilha Comprida, SP (foto), Matinhos (PR), Ilha de Itamaracá (PE), Mangaratiba (RJ) e Saubara (BA). (Flipar)
Só no litoral norte do Rio Grande do Sul, sete das 18 cidades possuem essa característica. Arroio do Sal se destaca por ter uma média de 1,7 casa por pessoa.
Só no litoral norte do Rio Grande do Sul, sete das 18 cidades possuem essa característica. Arroio do Sal se destaca por ter uma média de 1,7 casa por pessoa. Só no litoral norte do Rio Grande do Sul, sete das 18 cidades possuem essa característica. Arroio do Sal se destaca por ter uma média de 1,7 casa por pessoa. (Flipar)
Xangri-Lá (foto), Cidreira, Balneário Pinhal e Palmares do Sul são outras cidades com esses moldes na região gaúcha, todas no litoral norte do estado.
Xangri-Lá (foto), Cidreira, Balneário Pinhal e Palmares do Sul são outras cidades com esses moldes na região gaúcha, todas no litoral norte do estado. Xangri-Lá (foto), Cidreira, Balneário Pinhal e Palmares do Sul são outras cidades com esses moldes na região gaúcha, todas no litoral norte do estado. (Flipar)
No top 10 das cidades com mais casas por pessoa, também estão Jaguaruna (SC), Pontal do Paraná (PR) (foto), Imbé (RS), Ilha Comprida (SP) e Saubara (BA), onde a média é quase 1,2 casa por pessoa.
No top 10 das cidades com mais casas por pessoa, também estão Jaguaruna (SC), Pontal do Paraná (PR) (foto), Imbé (RS), Ilha Comprida (SP) e Saubara (BA), onde a média é quase 1,2 casa por pessoa. No top 10 das cidades com mais casas por pessoa, também estão Jaguaruna (SC), Pontal do Paraná (PR) (foto), Imbé (RS), Ilha Comprida (SP) e Saubara (BA), onde a média é quase 1,2 casa por pessoa. (Flipar)
No Rio de Janeiro, Mangaratiba, conhecida por seus condomínios de luxo, como a casa do jogador Neymar, é citada pela curiosa estatística.
No Rio de Janeiro, Mangaratiba, conhecida por seus condomínios de luxo, como a casa do jogador Neymar, é citada pela curiosa estatística. No Rio de Janeiro, Mangaratiba, conhecida por seus condomínios de luxo, como a casa do jogador Neymar, é citada pela curiosa estatística. (Flipar)
Com uma população de 41.220 pessoas, a região costuma receber muitos visitantes da zona oeste do Rio e da Baixada Fluminense, principalmente nos fins de semana.
Com uma população de 41.220 pessoas, a região costuma receber muitos visitantes da zona oeste do Rio e da Baixada Fluminense, principalmente nos fins de semana. Com uma população de 41.220 pessoas, a região costuma receber muitos visitantes da zona oeste do Rio e da Baixada Fluminense, principalmente nos fins de semana. (Flipar)
Muitas pessoas vão para aproveitar o Poção de Muriqui, um lugar onde três cachoeiras se encontram e formam um rio que deságua na praia de Muriqui.
Muitas pessoas vão para aproveitar o Poção de Muriqui, um lugar onde três cachoeiras se encontram e formam um rio que deságua na praia de Muriqui. Muitas pessoas vão para aproveitar o Poção de Muriqui, um lugar onde três cachoeiras se encontram e formam um rio que deságua na praia de Muriqui. (Flipar)
Outro lugar com mais gente do que casa, Matinhos, no litoral do Paraná, fez um grande investimento de R$ 314,9 milhões para ampliar a sua praia, usando 3,2 milhões de metros cúbicos de areia, o que equivale a 220 mil caminhões cheios!
Outro lugar com mais gente do que casa, Matinhos, no litoral do Paraná, fez um grande investimento de R$ 314,9 milhões para ampliar a sua praia, usando 3,2 milhões de metros cúbicos de areia, o que equivale a 220 mil caminhões cheios! Outro lugar com mais gente do que casa, Matinhos, no litoral do Paraná, fez um grande investimento de R$ 314,9 milhões para ampliar a sua praia, usando 3,2 milhões de metros cúbicos de areia, o que equivale a 220 mil caminhões cheios! (Flipar)
Essa ação segue uma tendência em várias cidades litorâneas do Brasil, que estão ampliando suas praias para atrair mais turistas e lidar com a constante erosão da costa.
Essa ação segue uma tendência em várias cidades litorâneas do Brasil, que estão ampliando suas praias para atrair mais turistas e lidar com a constante erosão da costa. Essa ação segue uma tendência em várias cidades litorâneas do Brasil, que estão ampliando suas praias para atrair mais turistas e lidar com a constante erosão da costa. (Flipar)
Já na Bahia, Vera Cruz é uma cidade que se separou de Itaparica há cerca de 60 anos e costuma recebe bastante gente que busca um lugar tranquilo perto do mar.
Já na Bahia, Vera Cruz é uma cidade que se separou de Itaparica há cerca de 60 anos e costuma recebe bastante gente que busca um lugar tranquilo perto do mar. Já na Bahia, Vera Cruz é uma cidade que se separou de Itaparica há cerca de 60 anos e costuma recebe bastante gente que busca um lugar tranquilo perto do mar. (Flipar)
Por lá, a praia da Conceição é conhecida pela sua boa estrutura e tranquilidade, atraindo muitos visitantes. Quer saber por que Rio Quente lidera a estatística? Conheça mais sobre a cidade!
Por lá, a praia da Conceição é conhecida pela sua boa estrutura e tranquilidade, atraindo muitos visitantes. Quer saber por que Rio Quente lidera a estatística? Conheça mais sobre a cidade! Por lá, a praia da Conceição é conhecida pela sua boa estrutura e tranquilidade, atraindo muitos visitantes. Quer saber por que Rio Quente lidera a estatística? Conheça mais sobre a cidade! (Flipar)
Em 1722, numa época em que o colonialismo estava em alta, Bartolomeu Bueno Filho encontrou por acaso uma grande riqueza natural: as águas quentes de Goiás.
Em 1722, numa época em que o colonialismo estava em alta, Bartolomeu Bueno Filho encontrou por acaso uma grande riqueza natural: as águas quentes de Goiás. Em 1722, numa época em que o colonialismo estava em alta, Bartolomeu Bueno Filho encontrou por acaso uma grande riqueza natural: as águas quentes de Goiás. (Flipar)
Enquanto explorava as montanhas do estado, o bandeirante encontrou fontes borbulhantes saindo das rochas do rio quente. Era como um tesouro escondido que jorrava em abundância, criando um lindo fenômeno da natureza.
Enquanto explorava as montanhas do estado, o bandeirante encontrou fontes borbulhantes saindo das rochas do rio quente. Era como um tesouro escondido que jorrava em abundância, criando um lindo fenômeno da natureza. Enquanto explorava as montanhas do estado, o bandeirante encontrou fontes borbulhantes saindo das rochas do rio quente. Era como um tesouro escondido que jorrava em abundância, criando um lindo fenômeno da natureza. (Flipar)
Com o tempo, esse lugar paradisíaco se tornou um dos destinos turísticos mais populares do Brasil, conhecido em todo lugar.
Com o tempo, esse lugar paradisíaco se tornou um dos destinos turísticos mais populares do Brasil, conhecido em todo lugar. Com o tempo, esse lugar paradisíaco se tornou um dos destinos turísticos mais populares do Brasil, conhecido em todo lugar. (Flipar)
Hoje, Rio Quente abriga o maior rio de águas termais do mundo, com 12 quilômetros de extensão!
Hoje, Rio Quente abriga o maior rio de águas termais do mundo, com 12 quilômetros de extensão! Hoje, Rio Quente abriga o maior rio de águas termais do mundo, com 12 quilômetros de extensão! (Flipar)
A cidade também é conhecida por ter a Pousada do Rio Quente, fundada nos anos 60 pela família Palmerston, que hoje se transformou no Rio Quente Resorts, um lugar com uma estrutura requintada.
A cidade também é conhecida por ter a Pousada do Rio Quente, fundada nos anos 60 pela família Palmerston, que hoje se transformou no Rio Quente Resorts, um lugar com uma estrutura requintada. A cidade também é conhecida por ter a Pousada do Rio Quente, fundada nos anos 60 pela família Palmerston, que hoje se transformou no Rio Quente Resorts, um lugar com uma estrutura requintada. (Flipar)
Por conta de seus pontos turísticos naturais únicos, Rio Quente acabou se tornando um destino muito mais turístico do que outras cidades ao redor, o que fez com que muita gente deixasse de ter residência fixa por lá.
Por conta de seus pontos turísticos naturais únicos, Rio Quente acabou se tornando um destino muito mais turístico do que outras cidades ao redor, o que fez com que muita gente deixasse de ter residência fixa por lá. Por conta de seus pontos turísticos naturais únicos, Rio Quente acabou se tornando um destino muito mais turístico do que outras cidades ao redor, o que fez com que muita gente deixasse de ter residência fixa por lá. (Flipar)
Por mais que Rio Quente seja um destino ideal para relaxar e se conectar com a natureza, com suas águas quentes e cristalinas, a cidade está com imóvel sobrando para quem estiver interessado!
Por mais que Rio Quente seja um destino ideal para relaxar e se conectar com a natureza, com suas águas quentes e cristalinas, a cidade está com imóvel sobrando para quem estiver interessado! Por mais que Rio Quente seja um destino ideal para relaxar e se conectar com a natureza, com suas águas quentes e cristalinas, a cidade está com imóvel sobrando para quem estiver interessado! (Flipar)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.