Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Viva a Vida
Publicidade

Traficante é condenado a 225 anos de prisão por morte de policiais

Flipar

Flipar|Do R7

O traficante Fabiano Atanásio da Silva, também conhecido como
O traficante Fabiano Atanásio da Silva, também conhecido como O traficante Fabiano Atanásio da Silva, também conhecido como
A aeronave foi alvejada e derrubada enquanto sobrevoava a região do Morro dos Macacos, localizado em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro.
A aeronave foi alvejada e derrubada enquanto sobrevoava a região do Morro dos Macacos, localizado em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro. A aeronave foi alvejada e derrubada enquanto sobrevoava a região do Morro dos Macacos, localizado em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro.
Na ocasião, três policiais militares que estavam a bordo morreram.
Na ocasião, três policiais militares que estavam a bordo morreram. Na ocasião, três policiais militares que estavam a bordo morreram.
O julgamento teve início na manhã desta terça-feira (20/06) e foi concluído nas primeiras horas da manhã de quarta-feira, totalizando aproximadamente 22 horas.
O julgamento teve início na manhã desta terça-feira (20/06) e foi concluído nas primeiras horas da manhã de quarta-feira, totalizando aproximadamente 22 horas. O julgamento teve início na manhã desta terça-feira (20/06) e foi concluído nas primeiras horas da manhã de quarta-feira, totalizando aproximadamente 22 horas.
O 3º Tribunal do Júri concluiu que o traficante foi o responsável por liderar a invasão ao morro.
O 3º Tribunal do Júri concluiu que o traficante foi o responsável por liderar a invasão ao morro. O 3º Tribunal do Júri concluiu que o traficante foi o responsável por liderar a invasão ao morro.
O traficante também foi sentenciado por seis tentativas de assassinato - outras três pessoas que estavam a bordo do helicóptero sobreviveram, juntamente com três PMs que estavam no solo.
O traficante também foi sentenciado por seis tentativas de assassinato - outras três pessoas que estavam a bordo do helicóptero sobreviveram, juntamente com três PMs que estavam no solo. O traficante também foi sentenciado por seis tentativas de assassinato - outras três pessoas que estavam a bordo do helicóptero sobreviveram, juntamente com três PMs que estavam no solo.
E não para por aí: o traficante também responde por associação ao tráfico, posse ilegal de arma e uso de fogo como meio cruel.
E não para por aí: o traficante também responde por associação ao tráfico, posse ilegal de arma e uso de fogo como meio cruel. E não para por aí: o traficante também responde por associação ao tráfico, posse ilegal de arma e uso de fogo como meio cruel.
Na decisão, a juíza Tula Corrêa de Mello disse que “foi uma ação nefasta que se assemelha a um ato terrorista”.
Na decisão, a juíza Tula Corrêa de Mello disse que “foi uma ação nefasta que se assemelha a um ato terrorista”. Na decisão, a juíza Tula Corrêa de Mello disse que “foi uma ação nefasta que se assemelha a um ato terrorista”.
O atentado ocorreu na manhã de 17 de outubro de 2009, quando a Polícia Militar atuava para conter a invasão de traficantes do Comando Vermelho ao Morro dos Macacos.
O atentado ocorreu na manhã de 17 de outubro de 2009, quando a Polícia Militar atuava para conter a invasão de traficantes do Comando Vermelho ao Morro dos Macacos. O atentado ocorreu na manhã de 17 de outubro de 2009, quando a Polícia Militar atuava para conter a invasão de traficantes do Comando Vermelho ao Morro dos Macacos.
Na época, os traficantes do Comando Vermelho eram liderados por “FB”.
Na época, os traficantes do Comando Vermelho eram liderados por “FB”. Na época, os traficantes do Comando Vermelho eram liderados por “FB”.
Detido no Presídio Federal de Catanduvas (PR), “FB” participou do julgamento por meio de videoconferência.
Detido no Presídio Federal de Catanduvas (PR), “FB” participou do julgamento por meio de videoconferência. Detido no Presídio Federal de Catanduvas (PR), “FB” participou do julgamento por meio de videoconferência.
A defesa do traficante já entrou com um recurso e considerou a decisão “absurda”.
A defesa do traficante já entrou com um recurso e considerou a decisão “absurda”. A defesa do traficante já entrou com um recurso e considerou a decisão “absurda”.
Fabiano Atanásio foi preso em janeiro de 2012 em Campos do Jordão, São Paulo.
Fabiano Atanásio foi preso em janeiro de 2012 em Campos do Jordão, São Paulo. Fabiano Atanásio foi preso em janeiro de 2012 em Campos do Jordão, São Paulo.
Na época, a polícia encontrou o traficante vivendo em uma casa de luxo no bairro Alto Capivari.
Na época, a polícia encontrou o traficante vivendo em uma casa de luxo no bairro Alto Capivari. Na época, a polícia encontrou o traficante vivendo em uma casa de luxo no bairro Alto Capivari.
A promotora Carmen Elisa afirmou que a pena de 225 anos dada a FB foi uma “resposta à sociedade”.
A promotora Carmen Elisa afirmou que a pena de 225 anos dada a FB foi uma “resposta à sociedade”. A promotora Carmen Elisa afirmou que a pena de 225 anos dada a FB foi uma “resposta à sociedade”.
Além de Atanásio, outros dois traficantes que já foram condenados também efetuaram disparos contra o helicóptero Fênix 03.
Além de Atanásio, outros dois traficantes que já foram condenados também efetuaram disparos contra o helicóptero Fênix 03. Além de Atanásio, outros dois traficantes que já foram condenados também efetuaram disparos contra o helicóptero Fênix 03.
Os disparos não apenas atingiram os policiais, causando ferimentos, mas também provocaram um incêndio na parte traseira da aeronave, obrigando-a a fazer um pouso de emergência.
Os disparos não apenas atingiram os policiais, causando ferimentos, mas também provocaram um incêndio na parte traseira da aeronave, obrigando-a a fazer um pouso de emergência. Os disparos não apenas atingiram os policiais, causando ferimentos, mas também provocaram um incêndio na parte traseira da aeronave, obrigando-a a fazer um pouso de emergência.
O helicóptero acabou capotando e foi consumido pelas chamas com dois dos policiais ainda a bordo.
O helicóptero acabou capotando e foi consumido pelas chamas com dois dos policiais ainda a bordo. O helicóptero acabou capotando e foi consumido pelas chamas com dois dos policiais ainda a bordo.
Além deles, um terceiro PM também perdeu a vida devido aos ferimentos causados pelos disparos dos traficantes e às queimaduras graves.
Além deles, um terceiro PM também perdeu a vida devido aos ferimentos causados pelos disparos dos traficantes e às queimaduras graves. Além deles, um terceiro PM também perdeu a vida devido aos ferimentos causados pelos disparos dos traficantes e às queimaduras graves.
Segundo relatos de policiais que sobreviveram, duas aeronaves prestavam apoio às equipes da Polícia Militar, após a corporação ser chamada para conter uma tentativa de invasão de traficantes rivais no Morro dos Macacos.
Segundo relatos de policiais que sobreviveram, duas aeronaves prestavam apoio às equipes da Polícia Militar, após a corporação ser chamada para conter uma tentativa de invasão de traficantes rivais no Morro dos Macacos. Segundo relatos de policiais que sobreviveram, duas aeronaves prestavam apoio às equipes da Polícia Militar, após a corporação ser chamada para conter uma tentativa de invasão de traficantes rivais no Morro dos Macacos.
A primeira missão do dia era levar suprimentos de munição para os colegas encurralados no topo do morro, a fim de possibilitar a retirada deles do local.
A primeira missão do dia era levar suprimentos de munição para os colegas encurralados no topo do morro, a fim de possibilitar a retirada deles do local. A primeira missão do dia era levar suprimentos de munição para os colegas encurralados no topo do morro, a fim de possibilitar a retirada deles do local.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.