Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Veja os 10 locais de naufrágio mais procurados por mergulhadores

Flipar|

Imagina poder explorar corredores fantasma dentro de um navio afundado, com corais coloridos crescendo nas paredes e vários peixes nadando ao seu redor.
Imagina poder explorar corredores fantasma dentro de um navio afundado, com corais coloridos crescendo nas paredes e vários peixes nadando ao seu redor. Imagina poder explorar corredores fantasma dentro de um navio afundado, com corais coloridos crescendo nas paredes e vários peixes nadando ao seu redor. (Flipar)
Cada naufrágio é um mistério esperando pra ser desvendado e os mergulhadores podem encontrar de tudo: desde cargueiros antigos até navios de guerra. Veja agora quais são considerados os 10 melhores locais de mergulho em naufrágios do mundo!
Cada naufrágio é um mistério esperando pra ser desvendado e os mergulhadores podem encontrar de tudo: desde cargueiros antigos até navios de guerra. Veja agora quais são considerados os 10 melhores locais de mergulho em naufrágios do mundo! Cada naufrágio é um mistério esperando pra ser desvendado e os mergulhadores podem encontrar de tudo: desde cargueiros antigos até navios de guerra. Veja agora quais são considerados os 10 melhores locais de mergulho em naufrágios do mundo! (Flipar)
10) USS Saratoga – Atol Bikini, Ilhas Marshall: Originalmente projetado como um cruzador pesado, o USS Saratoga (CV3) foi convertido em porta-aviões em 1927. Após servir durante a 2ª Guerra Mundial, o navio de 268 m foi considerado excessivo às necessidades militares no final da guerra.
10) USS Saratoga – Atol Bikini, Ilhas Marshall: Originalmente projetado como um cruzador pesado, o USS Saratoga (CV3) foi convertido em porta-aviões em 1927. Após servir durante a 2ª Guerra Mundial, o navio de 268 m foi considerado excessivo às necessi... 10) USS Saratoga – Atol Bikini, Ilhas Marshall: Originalmente projetado como um cruzador pesado, o USS Saratoga (CV3) foi convertido em porta-aviões em 1927. Após servir durante a 2ª Guerra Mundial, o navio de 268 m foi considerado excessivo às necessidades militares no final da guerra. (Flipar)
O USS Saratoga acabou afundando depois de dois testes nucleares. Ele está a 54 metros de profundidade e muitas das suas partes ainda não puderam ser exploradas. O local tornou-se um habitat para diversas espécies marinhas.
O USS Saratoga acabou afundando depois de dois testes nucleares. Ele está a 54 metros de profundidade e muitas das suas partes ainda não puderam ser exploradas. O local tornou-se um habitat para diversas espécies marinhas. O USS Saratoga acabou afundando depois de dois testes nucleares. Ele está a 54 metros de profundidade e muitas das suas partes ainda não puderam ser exploradas. O local tornou-se um habitat para diversas espécies marinhas. (Flipar)
9) Bianca C – Granada, Caribe: Este navio é único desse ranking que por ter naufragado duas vezes. A primeira foi em 1944, enquanto era rebocado, mas ele acabou sendo
9) Bianca C – Granada, Caribe: Este navio é único desse ranking que por ter naufragado duas vezes. A primeira foi em 1944, enquanto era rebocado, mas ele acabou sendo 9) Bianca C – Granada, Caribe: Este navio é único desse ranking que por ter naufragado duas vezes. A primeira foi em 1944, enquanto era rebocado, mas ele acabou sendo (Flipar)
Atualmente, o Bianca C, com 180 metros de comprimento, está a uma profundidade de 30 a 50 metros, entre um sistema de recifes e o oceano aberto. Os mergulhadores costumam visitar a piscina e explor a proa do navio.
Atualmente, o Bianca C, com 180 metros de comprimento, está a uma profundidade de 30 a 50 metros, entre um sistema de recifes e o oceano aberto. Os mergulhadores costumam visitar a piscina e explor a proa do navio. Atualmente, o Bianca C, com 180 metros de comprimento, está a uma profundidade de 30 a 50 metros, entre um sistema de recifes e o oceano aberto. Os mergulhadores costumam visitar a piscina e explor a proa do navio. (Flipar)
8) SMS Kronprinz Wilhelm – Scapa Flow, Escócia: Perto do fim da Primeira Guerra Mundial, 74 navios alemães foram afundados perto das Ilhas Orkney, na Escócia, para evitar que fossem capturados pelos britânicos.
8) SMS Kronprinz Wilhelm – Scapa Flow, Escócia: Perto do fim da Primeira Guerra Mundial, 74 navios alemães foram afundados perto das Ilhas Orkney, na Escócia, para evitar que fossem capturados pelos britânicos. 8) SMS Kronprinz Wilhelm – Scapa Flow, Escócia: Perto do fim da Primeira Guerra Mundial, 74 navios alemães foram afundados perto das Ilhas Orkney, na Escócia, para evitar que fossem capturados pelos britânicos. (Flipar)
Entre 1920 e 1945, foram feitos esforços para recuperar as embarcações, mas sete delas ainda permanecem afundadas em Scapa Flow. O local acabou virando um dos preferidos para mergulhadores de plantão.
Entre 1920 e 1945, foram feitos esforços para recuperar as embarcações, mas sete delas ainda permanecem afundadas em Scapa Flow. O local acabou virando um dos preferidos para mergulhadores de plantão. Entre 1920 e 1945, foram feitos esforços para recuperar as embarcações, mas sete delas ainda permanecem afundadas em Scapa Flow. O local acabou virando um dos preferidos para mergulhadores de plantão. (Flipar)
7) SS Yongala – Queensland, Austrália: Considerado por muitos como um dos melhores mergulhos em naufrágios no Hemisfério Sul, o SS Yongala, na Austrália, foi afundado durante um ciclone em 1911, resultando na morte de todos os 124 ocupantes.
7) SS Yongala – Queensland, Austrália: Considerado por muitos como um dos melhores mergulhos em naufrágios no Hemisfério Sul, o SS Yongala, na Austrália, foi afundado durante um ciclone em 1911, resultando na morte de todos os 124 ocupantes. 7) SS Yongala – Queensland, Austrália: Considerado por muitos como um dos melhores mergulhos em naufrágios no Hemisfério Sul, o SS Yongala, na Austrália, foi afundado durante um ciclone em 1911, resultando na morte de todos os 124 ocupantes. (Flipar)
Atualmente, a parte mais alta do navio de passageiros e carga está a apenas 16 metros de profundidade, descendo até 33 metros. Para preservar a impressionante condição do casco, os mergulhadores não são autorizados a entrar no navio
Atualmente, a parte mais alta do navio de passageiros e carga está a apenas 16 metros de profundidade, descendo até 33 metros. Para preservar a impressionante condição do casco, os mergulhadores não são autorizados a entrar no navio Atualmente, a parte mais alta do navio de passageiros e carga está a apenas 16 metros de profundidade, descendo até 33 metros. Para preservar a impressionante condição do casco, os mergulhadores não são autorizados a entrar no navio (Flipar)
6) The Gunilda – Rossport, Canadá: O Gunilda era um luxuoso iate a vapor considerado um dos mais suntuosos do início do século 20. Ele encalhou em um banco de terra em McGarvey’s Shoal, no Canadá.
6) The Gunilda – Rossport, Canadá: O Gunilda era um luxuoso iate a vapor considerado um dos mais suntuosos do início do século 20. Ele encalhou em um banco de terra em McGarvey’s Shoal, no Canadá. 6) The Gunilda – Rossport, Canadá: O Gunilda era um luxuoso iate a vapor considerado um dos mais suntuosos do início do século 20. Ele encalhou em um banco de terra em McGarvey’s Shoal, no Canadá. (Flipar)
Com aproximadamente 82 m de profundidade, o navio permanece em excelentes condições, mas somente mergulhadores experientes com habilidades em mergulho técnico e uso de equipamentos especiais podem apreciar sua beleza.
Com aproximadamente 82 m de profundidade, o navio permanece em excelentes condições, mas somente mergulhadores experientes com habilidades em mergulho técnico e uso de equipamentos especiais podem apreciar sua beleza. Com aproximadamente 82 m de profundidade, o navio permanece em excelentes condições, mas somente mergulhadores experientes com habilidades em mergulho técnico e uso de equipamentos especiais podem apreciar sua beleza. (Flipar)
5) Hilma Hooker – Bonaire, Caribe Neerlandês: Bonaire é um lugar incrível para o mergulho em naufrágios, especialmente por conta dos destroços acessíveis do Hilma Hooker. O cargueiro de 72 metros está deitado de lado a 28 metros de profundidade.
5) Hilma Hooker – Bonaire, Caribe Neerlandês: Bonaire é um lugar incrível para o mergulho em naufrágios, especialmente por conta dos destroços acessíveis do Hilma Hooker. O cargueiro de 72 metros está deitado de lado a 28 metros de profundidade. 5) Hilma Hooker – Bonaire, Caribe Neerlandês: Bonaire é um lugar incrível para o mergulho em naufrágios, especialmente por conta dos destroços acessíveis do Hilma Hooker. O cargueiro de 72 metros está deitado de lado a 28 metros de profundidade. (Flipar)
Ele está localizado sobre uma plataforma de areia entre dois sistemas de recifes de coral. Embora a penetração seja limitada, a visibilidade cristalina torna o mergulho no Hilma Hooker inesquecível.
Ele está localizado sobre uma plataforma de areia entre dois sistemas de recifes de coral. Embora a penetração seja limitada, a visibilidade cristalina torna o mergulho no Hilma Hooker inesquecível. Ele está localizado sobre uma plataforma de areia entre dois sistemas de recifes de coral. Embora a penetração seja limitada, a visibilidade cristalina torna o mergulho no Hilma Hooker inesquecível. (Flipar)
4) Fujikawa Maru – Chuuk Lagoon, Estados Federados da Micronésia: Uma operação durante a 2ª Guerra Mundial afundou 12 navios de guerra, 32 navios mercantes e 275 aeronaves nesse local, que era uma importante base naval japonesa.
4) Fujikawa Maru – Chuuk Lagoon, Estados Federados da Micronésia: Uma operação durante a 2ª Guerra Mundial afundou 12 navios de guerra, 32 navios mercantes e 275 aeronaves nesse local, que era uma importante base naval japonesa. 4) Fujikawa Maru – Chuuk Lagoon, Estados Federados da Micronésia: Uma operação durante a 2ª Guerra Mundial afundou 12 navios de guerra, 32 navios mercantes e 275 aeronaves nesse local, que era uma importante base naval japonesa. (Flipar)
O Fujikawa Maru é só um dos 60 naufrágios mais acessíveis por lá. O navio de carga está a apenas 9 metros de profundidade e é fácil de explorar por dentro, onde os mergulhadores podem ver aviões e munições, entre outras coisas.
O Fujikawa Maru é só um dos 60 naufrágios mais acessíveis por lá. O navio de carga está a apenas 9 metros de profundidade e é fácil de explorar por dentro, onde os mergulhadores podem ver aviões e munições, entre outras coisas. O Fujikawa Maru é só um dos 60 naufrágios mais acessíveis por lá. O navio de carga está a apenas 9 metros de profundidade e é fácil de explorar por dentro, onde os mergulhadores podem ver aviões e munições, entre outras coisas. (Flipar)
3) SS President Coolidge – Vanuatu: Inicialmente um transatlântico de luxo, o SS President Coolidge foi convertido em navio de tropas durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1942, o navio acabou sendo atingido por minas e naufragou.
3) SS President Coolidge – Vanuatu: Inicialmente um transatlântico de luxo, o SS President Coolidge foi convertido em navio de tropas durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1942, o navio acabou sendo atingido por minas e naufragou. 3) SS President Coolidge – Vanuatu: Inicialmente um transatlântico de luxo, o SS President Coolidge foi convertido em navio de tropas durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1942, o navio acabou sendo atingido por minas e naufragou. (Flipar)
Atualmente, o navio repousa entre 20 e 70 metros de profundidade e é um local de mergulho protegido nacionalmente em Vanuatu. Os mergulhadores podem explorar os diferentes decks e porões, encontrando armas, canhões e tesouros perdidos.
Atualmente, o navio repousa entre 20 e 70 metros de profundidade e é um local de mergulho protegido nacionalmente em Vanuatu. Os mergulhadores podem explorar os diferentes decks e porões, encontrando armas, canhões e tesouros perdidos. Atualmente, o navio repousa entre 20 e 70 metros de profundidade e é um local de mergulho protegido nacionalmente em Vanuatu. Os mergulhadores podem explorar os diferentes decks e porões, encontrando armas, canhões e tesouros perdidos. (Flipar)
2) USAT Liberty – Tulamben, Bali: O USAT Liberty é considerado um dos naufrágios mais acessíveis do mundo, com sua parte superior a apenas 3 metros de profundidade, o que o torna ótimo para a prática do snorkeling. O navio foi torpedeado pelos japoneses na costa de Bali durante a Segunda Guerra Mundial, em 1942.
2) USAT Liberty – Tulamben, Bali: O USAT Liberty é considerado um dos naufrágios mais acessíveis do mundo, com sua parte superior a apenas 3 metros de profundidade, o que o torna ótimo para a prática do snorkeling. O navio foi torpedeado pelos japonese... 2) USAT Liberty – Tulamben, Bali: O USAT Liberty é considerado um dos naufrágios mais acessíveis do mundo, com sua parte superior a apenas 3 metros de profundidade, o que o torna ótimo para a prática do snorkeling. O navio foi torpedeado pelos japoneses na costa de Bali durante a Segunda Guerra Mundial, em 1942. (Flipar)
O navio encalhou e permaneceu na superfície por 30 anos. Em 1963, a embarcação foi movida para águas rasas perto da costa por conta de uma erupção vulcânica.
O navio encalhou e permaneceu na superfície por 30 anos. Em 1963, a embarcação foi movida para águas rasas perto da costa por conta de uma erupção vulcânica. O navio encalhou e permaneceu na superfície por 30 anos. Em 1963, a embarcação foi movida para águas rasas perto da costa por conta de uma erupção vulcânica. (Flipar)
Mergulhadores experientes podem explorar algumas passagens subaquáticas, enquanto os iniciantes conseguem acessar as áreas mais rasas. Por conta disso, o USAT Liberty é considerado um excelente local para quem está começando a mergulhar em naufrágios!
Mergulhadores experientes podem explorar algumas passagens subaquáticas, enquanto os iniciantes conseguem acessar as áreas mais rasas. Por conta disso, o USAT Liberty é considerado um excelente local para quem está começando a mergulhar em naufrágios! Mergulhadores experientes podem explorar algumas passagens subaquáticas, enquanto os iniciantes conseguem acessar as áreas mais rasas. Por conta disso, o USAT Liberty é considerado um excelente local para quem está começando a mergulhar em naufrágios! (Flipar)
1) SS Thistlegorm – Ras Mohammed, Egito: O SS Thistlegorm, afundado em 1941 após um ataque aéreo alemão, é considerado por muitos como o melhor local de mergulho em naufrágio do mundo, localizado na parte norte do Mar Vermelho.
1) SS Thistlegorm – Ras Mohammed, Egito: O SS Thistlegorm, afundado em 1941 após um ataque aéreo alemão, é considerado por muitos como o melhor local de mergulho em naufrágio do mundo, localizado na parte norte do Mar Vermelho. 1) SS Thistlegorm – Ras Mohammed, Egito: O SS Thistlegorm, afundado em 1941 após um ataque aéreo alemão, é considerado por muitos como o melhor local de mergulho em naufrágio do mundo, localizado na parte norte do Mar Vermelho. (Flipar)
O lugar ficou tão popular que se tornou parada obrigatória de cruzeiros de mergulho que passam por ali. Os mergulhadores têm a oportunidade de investigar a carga do navio, que inclui tanques, caminhões, jipes, motocicletas e até uma locomotiva!
O lugar ficou tão popular que se tornou parada obrigatória de cruzeiros de mergulho que passam por ali. Os mergulhadores têm a oportunidade de investigar a carga do navio, que inclui tanques, caminhões, jipes, motocicletas e até uma locomotiva! O lugar ficou tão popular que se tornou parada obrigatória de cruzeiros de mergulho que passam por ali. Os mergulhadores têm a oportunidade de investigar a carga do navio, que inclui tanques, caminhões, jipes, motocicletas e até uma locomotiva! (Flipar)
Normalmente, os mergulhadores precisam fazer até duas viagens para conseguir ver todos os detalhes do navio de 128 metros de comprimento.
Normalmente, os mergulhadores precisam fazer até duas viagens para conseguir ver todos os detalhes do navio de 128 metros de comprimento. Normalmente, os mergulhadores precisam fazer até duas viagens para conseguir ver todos os detalhes do navio de 128 metros de comprimento. (Flipar)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.