Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Franca: a nova fronteira do vinho paulista

O novo projeto da vinícola Arcano, no extremo norte do Estado de São Paulo, na região conhecida como Alto Mogiana, é mais uma nova região produtora de vinhos de qualidade!

Adega do Déco|André Rossi e André Rossi

Vinhedos da Vinícola Arcano
Vinhedos da Vinícola Arcano Vinhedos da Vinícola Arcano

Temos visto uma nos últimos anos uma grande evolução dos vinhos nacionais, mostrando que nem só de bons espumantes vive a nossa vitivinicultura. É sabido por quem acompanha um pouco o produto nacional, que os espumantes produzidos no Vale dos Vinhedos (RS) tem alcançado uma excelente qualidade e que, além deles, bons brancos, tintos e rosés também.

Além do Vale dos Vinhedos, o Rio Grande do Sul ainda tem outras regiões como Campos de Cima da Serra, Serra do Sudeste e a Campanha Gaúcha, e no estado vizinho, Santa Catarina, São Joaquim também tem grande destaque. Indo para o Nordeste, o Vale do São Francisco, já é sabido que é outro polo produtor de vinhos.

Mas nos últimos anos, temos visto o surgimento de novas regiões, com a técnica da poda invertida, que muda o ciclo vegetativo da planta, fazendo com que a colheita acompanhe o calendário do Hemisfério Norte, no segundo semestre, e com isso fuja principalmente da época da colheita ser no período mais chuvoso do ano, que é no verão, em regiões como São Paulo, Minas Gerais e até mesmo Goiás.

E nesta toada, pude me surpreender com vinhos feitos em Franca, que fica há pouco mais de 400 km ao norte da cidade de São Paulo, quase no limite com Minas Gerais.

Publicidade

Num bate-papo descontraído e regado com bons vinhos da vinícola com um dos sócios e idealizadores do projeto, Maurício Orlov contou um pouco sobre o início do projeto da vinícola ARCANO. E parece que o destino dele estava traçado desde o dia que provou a primeira bebida alcoólica da vida e por acaso e gostou. E qual era a bebida? Vinho, é claro! E depois disso, acabou conhecendo várias regiões vinícolas pelo mundo e foi pegando cada vez mais gosto e se apaixonando por este mundo.

Até que ele foi transferido para Franca, pela Rede Globo, onde trabalhava. E por lá ficou e resolveu tentar algo diferente. Vendo que em 2014, a região, conhecida como Alto Mogiana, não tinha registros de vitis vinífera plantada, ele resolveu contratar o Dr Murilo de Albuquerque Regina, um dos precursores da colheita de inverno (poda invertida) para estudar a viabilidade de produção e vinho por lá.

Publicidade

Em 2016, sem terra pra plantar, comprou 1,5 hectares de mudas de Syrah, importadas da França. Plantou numa chácara e a família cuidava. Em 2017, comprou mais 3 hectares, mas não conseguiu achar a fazenda para comprar terra e acabou vendendo as mudas.

Mas o destino começou a mudar em 2018, quando achou a fazenda com o terroir que precisava. Era uma fazenda abandonada que teve várias tentativas de plantações e nada deu certo. Paralelo a isso, as mudas plantadas naquela primeira chácara deram sua primeira safra da chácara, que ele vinificou na Epamig.

Publicidade

Em 2019, ano que plantaram Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc, o Vivino reconheceu o vinho como o vinho que mais tempo ficou em primeiro lugar como o melhor Syrah brasileiro. Em 2020 veio a primeira safra da nova Fazenda. Ano este que eles plantaram também Alvarinho, Verdelho, Touriga Nacional, Tannat eSobrr Tempranillo.

Hoje são 5,5 hectares plantados e uma expectativa de 30.000 gfs produzidas em 2023.

Publicidade

Explicando um pouco o Terroir de lá: É um Latossolo com fase amarela, mas na fazenda, existe mais areia e pedra, com cristais rosa e branco. A altitude de 1.187 metros ajuda na amplitude térmica, e apesar da pouca chuva, ainda não tem irrigação.

O nome Arcano surgiu depois de 7 garrafas de vinho, jogando conversa fora entre amigos, quando alguém soltou uma palavra diferente no meio da conversa: “Arcano”, significa misterioso, enigmático. São os segredos da Igreja Católica, que só os bispos sabiam. Pronto, aí estava dado o nome do projeto.

Vinhos da Vinícola Arcano
Vinhos da Vinícola Arcano Vinhos da Vinícola Arcano

Sobre os vinhos, por enquanto produzem um Rosé e um Tinto. O Arcano Rosé 2022 é um vinho rosé com coloração salmão intensa, um pouco mais escuro do que eu acho que o consumidor tem pedido, mas nada que acho que vá prejudicar sua performance comercial e nas degustações, pois o vinho é muito bem feito. Ótimo frescor, muita fruta fresca no nariz e na boca e até um final mais salino, que eu particularmente gosto bastante e segundo Maurício, deve vir deste solo com o componente de cristais.

Já o Arcano Syrah-Syrah 2021 é um tinto que surpreende. Coloração intensa, boa intensidade de frutas e toques de ervas e especiarias e uma acidez viva e bem bacana, que pede uma comida. Sem passagem por madeira, ele mostra que tem um bom potencial de guarda e deve ficar mais macio com o tempo em garrafa.

Este é daqueles projetos que dá gosto conhecer, escrever e degustar. E claro, ficar na torcida para que cresça e ganhe mais vinhos e mais produção para as pessoas conhecerem!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.