Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Antes e depois da quimioterapia: uma mudança que vai além da aparência

Recomeçar é audacioso, quase uma afronta

Papo de Paciente|Do R7 e Marcela Varasquim

Marcela Varasquim: o depois e o antes da quimioterapia
Marcela Varasquim: o depois e o antes da quimioterapia Marcela Varasquim: o depois e o antes da quimioterapia (Arquivo pessoal)

A primeira foto é de hoje: março de 2024. A segunda foto é de agosto de 2022. Um ano e seis meses separam essas duas versões de mim. Essa é a prova de que o ser humano tem a capacidade de sobreviver a qualquer meteoro que o atinge, e mais: guarda, dentro de si, a audácia de ressurgir, quantas vezes forem necessárias.

Sim, recomeçar é audacioso, quase uma afronta. É mais fácil dormir na mesma cama de sempre, que tem o formato do nosso corpo, e a temperatura ideal para o sono. Mas essa cama é um abrigo falso.

Certo dia me peguei pensando por que a natureza é como é. Poderíamos viver dias infinitos, sem a necessidade de dormir. Poderíamos ser constantes, comer apenas uma vez para garantir energia de uma vida inteira, tomar apenas um banho, e trabalhar uma vez só, para ter o sustento suficiente para sempre. Mas, ao contrário dessa história que desenhei enquanto mergulhava nos meus próprios mares, nossa vida nada mais é que uma repetição incansável.

Todos os dias, o sol nasce. A gente tem fome, sede, sono. E quando chega a hora certa, o dia morre na noite. Para mim, é claro: a rotina não é para nos deixar cansados, nem entediados. A rotina é a oportunidade mais bonita que nos foi dada para recomeçar. Se você não agiu bem hoje, pode agir amanhã. Não importa quem você seja: todo mundo dorme e acorda sob o mesmo céu.

Publicidade

Foi me agarrando nas oportunidades de recomeçar que aprendi a me perdoar quando errava comigo mesma, quando não cumpria as promessas que fiz para mim. A culpa sempre veio, mas aprendi que ela não é um monstro que deve ser combatido. Ao invés de cair no choro, usei a culpa como combustível para encher meu tanque. Agora tenho gasolina e a oportunidade de um novo dia para fazer bem feito.

Dessa forma, me recarreguei. Apesar da diferença nítida entre as duas fotos, acredite: a mudança interna foi muito mais drástica. Ela não se vê a olho nu. E por isso mesmo, é mais preciosa, íntima, como um tesouro. Uma maçã que por fora brilha. Quem está no raso, não vê além dessa imagem. Mas quem prende um pouco o ar e dá um mergulho, sabe que foi necessário muito polimento.

Publicidade

O que está dentro, também está fora.

Se você se propõe a ser um observador da natureza, mesmo aqueles de fim de semana, já percebeu o quanto o externo reflete o que há por dentro. A pele fica mais viva quando a alimentação é nutritiva, os olhos ficam mais brilhantes quando há sonhos e esperança. Muitos colegas me perguntam hoje sobre meu cabelo, que cresceu tão rapidamente após a quimioterapia, que surpreendeu a mim mesma.

Publicidade

Querem saber qual tônico aplico e qual remédio tomo. Preciso dizer o que eu gostaria de ter lido naquela época: não existe medicamento mais eficaz que aceitação e paciência. É grátis, e vem de dentro. Não serve apenas para o cabelo, mas para tudo na vida. E o único efeito colateral é a paz interna.

Eu não gostava de estar careca, mas aprendi a aceitar que era o que eu tinha para o momento. Deixei crescer naturalmente, sem apliques nem perucas, porque quis respeitar o processo natural da vida. É muito mais dolorido abraçar a vida nua e crua, mas eu sabia que a aceitação iria me deixar mais forte. E ficar mais forte significa ser mais feliz. Se hoje consigo ser mais grata, certamente foi por que aprendi a aceitar as coisas como são. Não adianta forçar gratidão. O que é artificial se esvai. O que é construído com empenho, fica.

A aceitação ajuda a desenvolver paciência. A paciência destrava a ansiedade, e adivinha? Sem a necessidade do controle, a vida flui. O tempo passa, o cabelo cresce, o corpo restaura. Não sei em qual momento nos perdemos da vida como ela é. Mas devemos buscar esse momento, e fazer as pazes com o tudo de bom e tudo de ruim que já nos aconteceu.

Dito isso, talvez a existência dos tônicos e remédios tenha ficado pequena demais perto da profundidade de quem somos. Não usei tônico capilar algum. Faço suplementação de vitaminas e aminoácidos com orientação médica, o que certamente também ajuda. Nunca comparei meu crescimento com o de outras mulheres. Cada pessoa tem a história que precisa ter. Respeite a sua. Sua principal beleza vem de dentro.

Obrigada, Deus.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.